Doria autoriza reabertura de cinemas, teatros e academias em SP

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta sexta-feira (3) a reabertura de teatros, cinemas, salas de espetáculo, academias e a realização de eventos culturais para regiões que estejam na fase amarela do plano de flexibilização gradual da quarentena no estado.

As entidades dos setores de eventos e atividades culturais, como, por exemplo, cinema e teatro, ainda terão que elaborar o seu protocolo de funcionamento e ter o documento aprovado pela vigilância sanitária.

O Governo de São Paulo estabeleceu algumas restrições que deverão ser seguidas para reabertura, são elas: ocupação máxima deve ser de 40%; uso de máscara obrigatório; venda de ingressos exclusivamente online; assentos devem ser marcados respeitando o distanciamento social; alimentos e bebidas não poderão ser consumidos nos estabelecimentos; adoção de protocolos específicos; eventos deverão controlar o acesso e o número de pessoas, observando a lotação máxima; funcionamento de até 6 horas por dia.

LEIA TAMBÉM:

PT denuncia Dallagnol na PGR por acordo ilegal com FBI

Presidente da Embratur e Joice Hasselmann ‘batem boca’ pelo Twitter

Frentes, centrais e movimentos lançam campanha ‘Fora Bolsonaro’ no dia 10

As academias das regiões classificadas na fase amarela, entre eles a capital e a Grande São Paulo, poderão ser reabertas, entretanto, deverão respeitar algumas restrições são elas: respeitar a capacidade máxima de 30%; uso de máscara obrigatório; agendamento prévio de clientes; funcionamento reduzido de 6 horas diária; apenas aulas individuais são permitidas; protocolos específicos para o setor ainda terão que ser aprovados; utilização de chuveiros de vestiários está suspensa, sendo permito apenas banheiros abertos; equipamentos devem ser limpos ao menos 3 vezes ao dia.

A decisão do governador Doria ocorre no momento da expansão da pandemia do coronavírus no interior do estado. Campinas, por exemplo que reabriu uma série de atividades, decidiu voltar atrás nesta sexta.