Já não basta Bolsonaro, coronavírus, gafanhotos; Godzilla, uma nuvem de poeira, a nova ameaça ao Brasil

A “nuvem de poeira Godzilla”, uma gigantesca massa de ar seco e com poeira do Saara, já está encobrindo há dias parte do Oceano Atlântico, ameaçando atingir os países que integram as três Américas, inclusive o Brasil. A nuvem já atingiu Cuba, Venezuela e outros países do Caribe.

Nas imagens capturadas por satélites, é possível ver uma nuvem marrom que vai da África até o Caribe e cobre os tradicionais azul e branco já vistos antes por satélite. Segundo especialistas, trata-se de um fenômeno recorrente a cada ano, mas que parece ter se intensificado em 2020.

No Caribe, os efeitos já são sentidos. Em vários países existe a recomendação para que os cidadãos usem máscaras e evitem atividades ao ar livre, por conta da grande quantidade de partículas no ar. Para se ter uma ideia, os navios também foram advertidos sobre a baixa visibilidade para navegação.

De acordo com Olga Mayol, especialista do Instituto de Estudos de Ecossistemas Tropicais da Universidade de Porto Rico, a nuvem tem a concentração mais alta de partículas de poeira observadas na região em comparação dos últimos 50 anos.

O fenômeno começou a ser observado em uma área do oeste da África há uma semana e agora já percorreu mais de cinco mil quilômetros pelo mar até o Caribe, passando por terra em partes dos continentes americanos, como Venezuela.

LEIA TAMBÉM:

Joice: ‘matérias de Oswaldo Eustáquio eram compartilhadas pelos filhos do presidente’

‘Bolsonaro ainda vai ser criminalizado por genocídio’, diz Lula

Notícias ao vivo do Coronavírus: Doria afrouxa geral em São Paulo

Nas redes sociais, os brasileiros já lidam com bom humor sobre a nova ameaça ao país. Afinal, que tem um Bolsonaro como presidente, o coronavírus no dia a dia e a praga de gafanhotos na fronteira com Argentina, uma “poeirinha” do deserto do Saara não vai abalar a nossa resiliência.

*Com agências internacionais