Lula discute com bancadas do PT coronavírus e “Fora Bolsonaro” nesta terça-feira

Lula se reúne nesta terça-feira (21) com as bancadas da Câmara e do Senado, via videoconferência, para discutir o Fora Bolsonaro e a pandemia de coronavírus no País.
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participa nesta terça-feira (21), 9 horas, de reunião com as bancadas do PT na Câmara e no Senado sobre a atuação do partido no Congresso em relação ao aprofundamento da crise causada pela pandemia do Coronavírus e os atos recentes de Jair Bolsonaro na presidência da República.

O debate será por videoconferência e terá transmissão aberta pelas redes sociais do ex-presidente e do Partido dos Trabalhadores, podendo ser acompanhada por todos.

A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, os líderes da bancada Enio Verri (Câmara) e Rogério Carvalho (Senado) e o candidato do partido nas eleições de 2018, Fernando Haddad, participarão da reunião.

O PT tem a maior bancada na Câmara dos Deputados, com 53 parlamentares, e também seis senadores, sendo o maior partido de oposição.

Em entrevista semana passada ao jornal inglês The Guardian, Lula afirmou que Bolsonaro está conduzindo o Brasil “ao matadouro” pela forma com que está lindando com a pandemia de covid-19 e que não tem condições psicológicas de presidir o país.

Eduardo Bolsonaro ataca Joice Hasselmann e pede fim da CPI das Fake News

Bolsonaro passa recibo e diz que não é coveiro; assista

Randolfe Rodrigues afirma que Bolsonaro não pode ficar impune por desrespeitar a Constituição

Zé Dirceu afirma que é hora de o PT avançar com Fora Bolsonaro

O ex-ministro José Dirceu afirmou nesta segunda-feira, durante uma live, que é hora de o PT avançar com a bandeira do Fora Bolsonaro.

“Temos que avançar com o fora Bolsonaro, dialogando com outras forças”, disse numa entrevista no canal do vereador Arnaldo Godoy (PT), de Belo Horizonte (MG).

Na avaliação do ex-ministro, Bolsonaro continuará com essa marcha acelerada pelo golpe.

Dirceu criticou a fala do presidente da República segundo qual “70% irão morrer ou serão contaminados pelo coronavírus” no Brasil.

“Os países que deixaram de tomar medidas pagaram um alto preço, disse, referindo-se à Itália, Espanha, Reino Unido e Estados Unidos”, opiniou.

Segundo Zé Dirceu, o Brasil tem condições de enfrentar a Covid-19 porque tem um Estado organizado e uma sociedade organizada.

“Bolsonaro está praticamente isolado nessa opinião negacionista”, afirmou.

O ex-ministro disse que é preciso lutar pelo impeachment de Bolsonaro combinado com as reformas estruturais e a revolução social no Brasil.

“Nós também precisamos lutar para que Lula seja habilitado para disputar a Presidência da República”, defendeu.

Zé Dirceu avaliou que poderá haver “unidade e luta” na atual conjuntura: unidade contra Bolsonaro e luta pelas reformas estruturais.

Lula, Gleisi e Haddad dizem que chegou a hora do “Fora, Bolsonaro!”

Depois da participação do presidente Bolsonaro do ato que pedia intervenção militar contra o Congresso e o STF, a cúpula do Partido dos Trabalhadores parece ter se convencido que é preciso se posicionar de maneira firme pelo “Fora, Bolsonaro!”.

Pelo Twitter, o ex-ministro Fernando Haddad declarou:

“O verme, mais uma vez, diz a que veio. Até quando os democratas suportarão tanta provocação, sem nada fazer? O dia do fora já chegou!”

A presidente nacional do PT respondeu:

“Eu também acho @Haddad_Fernando, chegou a hora do fora Bolsonaro! O PT continuará esse debate em suas instâncias e não faltará ao país.”

Lula defende impedimento de Bolsonaro para barrar volta da ditadura

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva reagiu, neste domingo (19), nas redes sociais defendendo a adoção dos mecanismos democráticos para impedir o golpismo de Jair Bolsonaro. O chefe do executivo participou de ato em Brasília que pedia o AI-5, o fechamento do Congresso e do STF.

“A mesma Constituição que permite que um presidente seja eleito democraticamente têm mecanismos para impedir que ele conduza o país ao esfacelamento da democracia e a um genocídio da população”, apontou Lula no Twitter.