Bolsonaro volta a atacar a imprensa e diz que mantém chefe da Secom

Publicado em 16 janeiro, 2020

Bolsonaro voltou a atacar a imprensa na manhã desta quinta-feira (16). Ele conversou com apoiadores e com jornalistas em frente ao Palácio da Alvorada.

Ao se posicionar para atender a imprensa, ele partiu para o ataque e disse que quer saber quando a Folha de São Paulo vai desfazer a covardia que fez com a Val do Açaí. Em seguida ele completou: “Cai fora a Folha de São Paulo, vocês não têm moral de perguntar nada”.

Ao ser questionado sobre o chefe da Secom, Bolsonaro disse:

“Cara, eu não vou te responder isso aí. Se for ilegal, a gente vê lá na frente. Mas, pelo que eu vi até agora, está tudo legal com o Fabio. Vai continuar, é um excelente profissional. Se fosse um porcaria igual alguns que têm por aí, ninguém estaria criticando ele.”

Confira o vídeo com a entrevista:

LEIA TAMBÉM
Bolsonaro foge de coletiva após pergunta sobre irregularidade na comunicação

Secretário de Comunicação de Bolsonaro recebe das emissoras de TV

CPMI das ‘fake news’ identifica os principais robôs bolsonaristas do Whatsapp

Secom publica nota atacando a Folha mas não explica nada

O escândalo envolvendo o chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom), Fabio Wajngarten é que ele recebe, por meio de uma empresa da qual é sócio, dinheiro de emissoras de TV e de agências de publicidade contratadas pela própria secretaria. Isso sem falar dos ministérios e estatais do governo Bolsonaro.

Mas para Bolsonaro, está tudo bem.