Bolsonaro jura que tem “canal aberto” com Trump

Publicado em 2 dezembro, 2019
Compartilhe agora!

O presidente Bolsonaro disse que usará o “canal aberto” que tem com Donald Trump para conversar sobre a decisão de taxar a importação de aço e alumínio brasileiros.

O problema é que o “canal aberto” parece ter uma via só, pois Trump anunciou a taxação pelo Twitter. Nem ´perdeu tempo para falar diretamente com Bolsonaro.

“Brasil e Argentina têm presidido uma desvalorização maciça de suas moedas. o que não é bom para os agricultores norte-americanos. Portanto, com efeito imediato, restaurarei as tarifas de todos os aços e alumínio enviados para os EUA a partir desses países”, disse Trump na rede social.

“As reservas também devem agir para que os países, dos quais existem muitos, não aproveitem mais nosso dólar forte, desvalorizando ainda mais suas moedas. Isso torna muito difícil para nossos fabricantes e agricultores exportar seus produtos de maneira justa”, acrescentou.

LEIA TAMBÉM
Trump anuncia sobretaxa no aço do Brasil. E agora, Bolsonaro?

“Quem tem um amigo como Trump não precisa de inimigos”, diz economista

“O ódio transforma os pobres em alvo a ser abatido”, diz Ivan Valente sobre PM

É guerra comercial. Não tem nada de “canal aberto”. Mas Bolsonaro continua se iludindo, e os brasileiros se “ferrando”.

“Vou conversar com o Guedes agora, e se for o caso, ligo para o Trump, porque tenho canal aberto com ele”, disse o presidente.

Com informações da Agência Brasil.

Compartilhe agora!