Glenn Greenwald derruba Deltan Dallagnol da Lava Jato, diz Veja

O jornalista norte-americano Glenn Greenwald, do site The Intercept Brasil, venceu o primeiro round contra o procurador Deltan Dallagnol.

“Deltan vai mesmo ser retirado do comando da Lava-Jato”, comemorou discretamente o moço responsável pela #VazaJato –a série de reportagens que abala a “República de Curitiba” há quatro meses.

Segundo a revista Veja, o coordenador da força-tarefa deixará a Lava Jato.

De acordo com a publicação, o Conselho Nacional do Ministério Público topou fazer o serviço encomendado por uma ala de senadores e ministros do STF.

LEIA TAMBÉM
Bolsonaro diz que investigação de candidaturas-laranjas do PSL busca atingi-lo

Primeiro-ministro etíope ganha o Prêmio Nobel da Paz de 2019

Queridinho da Globo, ex-presidente do STF detona a Lava Jato; assista

Diz a Veja:

“Pelo plano, deflagrado com a apresentação de representação pela senadora Kátia Abreu, Deltan será punido, mas não ficará na chuva.

O procurador-geral da República Augusto Aras estuda convidá-lo a chefiar uma força-tarefa de combate ao narcotráfico — bem longe de Curitiba.

A ideia inicial era tentar levar Deltan para Brasília, onde ele atuaria na própria PGR. Mas os defensores dessa saída foram logo convencidos pelos adversários de Deltan de que sua presença poderia causar problemas com o STF.”

Apesar de Deltan Dallagnol “cair para cima”, não significa que o Intercept irá afrouxar as reportagens da #VazaJato. Pelo contrário. Vem aí mais bombas. É aguardar e conferir.