A Folha errou: Moro é candidato a presidente em 2022

Compartilhe agora

A excelente jornalista Mônica Bergamo escreve hoje (6) na Folha que o ministro Sérgio Moro será candidato a vice na chapa de Jair Bolsonaro (PSL) em 2022.

Peço vênia para discordar da nobre colega. A vice na chapa é almejada pela líder do governo no Congresso Nacional, a deputada Joice Hasselmann (PSL-SP).

Noutros tempos, este blogueiro perguntou a Joice se ela entraria numa campanha presidencial de Moro. “A candidata a presidente sou eu”, respondeu de pronto a hoje líder governista.

LEIA TAMBÉM
Curitibanês teria livrado Moro e Deltan de vazamentos no Intercept

O ex-juiz da Lava Jato, mais enrolado que fumo de corda nos vazamentos do Intercept, jurou ontem (5) em São Paulo que não é candidato a presidente da República.

Para Bolsonaro, porém, é importante que Moro permaneça fritando –ou “cozinhando”, como prefere o ex-senador Roberto Requião (MDB-PR)– no cargo e com a série de reportagens de Glenn Greenwald. Seria um a menos na corrida eleitoral vindoura.

“Estou no governo do presidente Jair Bolsonaro. O candidato do governo… Acho que é absolutamente prematuro falar nesse assunto, mas como já houve uma referência nesse sentido pelo próprio presidente, o candidato do governo vai ser o presidente à reeleição”, despistou o ministro-candidato durante evento da XP Investimentos (banco Itaú) –a Expert XP 2019, maior evento de investimentos do mundo.

Portanto, a Folha errou. Moro é o candidato do sistema financeiro. É o primeiro com apoio popular na história deste país.