Lava Jato denuncia Beto Richa por corrupção, lavagem de dinheiro e fraude em licitação

Compartilhe agora!

A Lava Jato denunciou o ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB) por corrupção, lavagem de dinheiro e fraude na licitação para as obras de duplicação na PR-323.

A denúncia foi apresentada nesta quarta-feira (5) à 23ª Vara Federal de Curitiba.

LEIA TAMBÉM:
Cappelli: Zero a zero ladeira abaixo

De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), o consórcio composto pela Odebrecht e Tucumann Engenharia foi favorecido na licitação de duplicação da rodovia que liga Maringá, no norte do Paraná, a Francisco Alves, no Noroeste.

O MPF afirma na denúncia que o grupo político do ex-governador tucano recebeu propinas de cerca de R$ 7 milhões para afastar potenciais concorrentes na licitação.

Além de Beto Richa, também foram denunciados José Richa Filho, irmão de Beto e ex-secretário de Infraestrutura e Logística, Ezequias Moreira, ex-secretário especial de Cerimonial e Relações Exteriores, Luiz Abi Antoun, primo de Beto Richa, e Dirceu Pupo Moreira, contador de Beto Richa.

Os executivos da Tucumann Engenharia Rafael Gluck e José Maria Ribas Mueller também foram denunciados pelo MPF.

Com informaçõe do G1

Compartilhe agora!