ufpr pode ser fechada por bolsonaro

UFPR vai fechar as portas com cortes de Bolsonaro

A Universidade Federal do Paraná (UFPR), a mais antiga do País, poderá fechar as portas devido ao corte de 30% de seu orçamento pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Em nota oficial, a instituição de ensino informa que a tesoura de Bolsonaro cortará “mais de 48 milhões de reais, impactará itens relativos ao próprio funcionamento da instituição, atingindo diretamente despesas ordinárias como consumo de água, energia, contratos de prestação de serviços, restaurantes universitários, entre outros.”

LEIA TAMBÉM
Reitor da UFPR fala dos ataques do governo Bolsonaro

Fundada em 1912, a UFPR afirma que se esta medida não for revertida as consequências serão graves para o desempenho das atividades da Universidade no segundo semestre de 2019.

Ou seja, a tradicional e democrática Universidade Federal do Paraná poderá fechar as portas entre os meses de agosto e setembro.

A mais antiga universidade federal do Brasil atende a uma comunidade com mais de 33 mil alunos, em 164 cursos de graduação e 89 programas de pós-graduação com 89 mestrados e 61 doutorados, além de 45 cursos de especialização e profunda inserção na nossa comunidade em 392 projetos e programas de extensão.