Por Esmael Morais

Governo pode “aliviar” a PEC da Previdência para avançar na CCJ

Publicado em 22/04/2019

O governo Bolsonaro sentiu o “tranco” e percebeu que, do jeito que está, a PEC da Previdência não avança. Nem os deputados da base aliada estão dispostos a aprovar o texto original, que é um verdadeiro saque na aposentadoria dos trabalhadores.

LEIA TAMBÉM: Bolsonaro e Guedes determinam sigilo nos estudos sobre a Previdência

O secretário de Previdência do Ministério da Economia, Rogério Marinho, afirmou que o governo fará “ajustes” no texto PEC para tentar a aprovação Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara.

A CCJ volta a discutir a proposta nesta terça-feira (23).

Resta saber se as alterações que vierem do governo vão realmente melhorar a proposta. Pela fala do secretário subordinado ao ministro Guedes, quase nada deve mudar.

Com informações do G1.