FBP

Frente Brasil Popular aprova agenda de luta contra reforma da Previdência e por Lula Livre

Publicado em 30 março, 2019
Compartilhe agora!


A III Conferência Nacional da Frente Nacional Popular, que teve início neste sábado (30), em Guararema (SP), recebeu hoje a ex-presidente Dilma Rousseff, o ex-embaixador Samuel Pinheiros Guimarães, o deputado federal Alexandre Padilha e o vice-presidente do PCdoB Walter Sorrentino para debater o novo cenário político e uma agenda de mobilização social em defesa dos direitos sociais, com destaque para a luta contra o projeto de ‘reforma’ da Previdência do governo de Bolsonaro.

As organizações que integram a Frente Brasil Popular aprovaram uma ampla agenda de luta e definiram como eixos centrais de mobilização a luta contra a reforma da Previdência e a campanha por Lula Livre. Além disso, uma campanha permanente nas bases populares e de trabalhadores em defesa da democracia e do estado de direito.

Segundo o ex-embaixador Samuel Pinheiro Guimarães, “o contexto é marcado por um governo autoritário, neocolonial, neoliberal. Com forte submissão aos interesses dos Estados Unidos que visa disputar com a China e a Rússia, o Brasil é mais um peão na mão do governo de Donald Trump. O Trump não é maluco. Ele segue um projeto de reorganização do mundo”, disse.

Por sua vez, a ex-presidente Dilma Rousseff denunciou as manobras da extrema-direita para desmoralizar as instituições do estado democrático. “A questão da representação está sendo questionada na tentativa daqueles que dirigem e tentam enfraquecer de forma sistemática as demandas da sociedade e esse movimento tende a desmoralizar a política”, declarou.

O Encontro prossegue neste domingo (31) para avaliar as formas de luta e definir o calendário das mobilizações.

Compartilhe agora!