Lula depõe à PF nesta terça-feira sobre ocupação do tríplex do Guarujá

A delegada Luciana Fuschini, da Polícia Federal (PF), vai ouvir o ex-presidente Lula (PT) na manhã desta terça-feira (26) a respeito da ocupação do apartamento tríplex do Guarujá (SP) realizada pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST).

LEIA TAMBÉM:

Autoproclamado presidente do Brasil, Zé de Abreu já é reconhecido da Patagônia ao Canadá

O depoimento ocorre na Superintendência Regional da PF no Paraná, em Curitiba, local onde Lula é mantido preso político deste sete de abril do ano passado, a partir das 10h.

A PF comandada pelo ministro Sergio Moro quer responsabilizar Lula pela ocupação do apartamento.

Antes de ser preso sem provas por causa do tríplex, Lula afirmou num discurso que “se eles me condenaram, me deem pelo menos o apartamento. Eu até já pedi para o Guilherme Boulos [líder do MTST] mandar o pessoal dele ocupar aquele apartamento. Já que é meu, ocupem”.

O apartamento foi ocupado pelo MTST no dia 16 de abril do ano passado, nove dias depois de Lula se entregar à PF. Na ocasião, Boulos afirmou que “se o tríplex é do Lula, o povo está autorizado a ficar lá. Se não é, eles terão que explicar porque o Lula está preso”.

Em tom de ironia, Boulos disse ainda que se o apartamento é de Lula essa é a primeira vez que o MTST faz uma ocupação com o aval do dono.

Com informações do G1