PT detona a ministra da Agricultura “ficha suja”

Tereza Cristina é investigada por suposto favorecimento à JBS quando era secretária do agronegócio no Mato Grosso do Sul. Delações mostram que ela ofereceu benefícios fiscais à empresa.

A ministra e a mãe foram processadas pela JBS por calote no arrendamento de um terreno. O caso corre em segredo de Justiça.

Ela era a é líder da Frente Parlamentar Agropecuária (FPA) e dona de 1100 hectares de terra no Mato Grosso do Sul. O patrimônio dela cresceu quase 500% desde as eleições de 2014, conforme declarado ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Confira a postagem da bancada do PT no Senado:

Comentários encerrados.