Mélenchon, líder da esquerda francesa, denuncia prisão política de Lula

O líder do ‘França Insubmissa’, principal partido da esquerda francesa, o filósofo e candidato à Presidência da República Jean Luc Mélenchon denunciou, nesta sexta-feira (11), a prática de lawfare contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso político em Curitiba há 278 dias.

Mélenchon afirmou pelo Twitter que “em todos os países se utiliza agora o lawfare para se livrar de pessoas. É o que fizeram com Lula. O juiz que o condenou é agora ministro de Jair Bolsonaro”.

Comentários encerrados.