General Heleno nega que vai transformar a Abin em um ‘novo’ SNI de Bolsonaro


O general Augusto Heleno, futuro chefe do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), disse que não pretende transformar a Abin (Agência Brasileira de Inteligência) em um novo Serviço Nacional de Informações (SNI) do governo Bolsonaro, organismo de espionagem e inteligência da ditadura.

“Isso é uma bobagem. Não há ideia de resgatar nada. Não estamos olhando para o retrovisor. Estamos olhando para a frente”, disse Heleno em entrevista ao jornal O Estado de S.Paulo, publicada nesta terça-feira (25). O general negou também que a Abin atuará “sob um viés ideológico”.

Comentários encerrados.