Por Esmael Morais

Bolsonaro provoca Cuba no Twitter para ‘esquecer do imbróglio’ de Queiroz

Publicado em 26/12/2018


O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) respondeu por meio da sua conta no Twitter nesta quarta-feira (26) críticas feitas pelo jornal Granma em sua edição da véspera de Natal. O diário cubano disse que o cancelamento do convite à Cuba para a posse presidencial “honra” os cubanos, e que uma eventual presença mancharia a imagem do país.

“Resultaria degradante acompanhar em um ato protocolar uma pessoa que tem sido capaz de colocar a saúde de milhões de brasileiros em risco, ao provocar a saída dos médicos cubanos que cumpriam sua honrosa missão nos lugares de mais difícil acesso na geografia brasileira”, disse o Granma.

Bolsonaro provocou declarando que “Cuba se alimentou bilhões de R$ de impostos dos brasileiros em nome do Foro de São Paulo e em detrimento de seus cidadãos”. E completou: “Não convidar seu ditador para minha posse foi mais um de meus acertos”.

Enquanto Bolsonaro solta os dedos no Twitter contra Cuba, faz tudo para fingir esquecimento do seu amigo Fabrício Queiroz.