Capitão Bolsonaro rebaixou general Heleno

Publicado em 7 novembro, 2018
Compartilhe agora!

O governo bipolar do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) já produziu uma primeira baixa: o general Augusto Heleno, que havia sido anunciado para o Ministério da Defesa, mas acabou sendo rebaixado esta manhã (7) para o GSI (Gabinete de Segurança Institucional).

LEIA TAMBÉM
Bolsonaro e Temer se unem pelo fim das aposentadorias; vem aí a reforma da previdência

Bolsonaro também pode desistir da nomeação do juiz Sérgio Moro para o superministério da Justiça e Segurança Pública. O recuo do capitão — se efetivamente ocorrer até a nomeação — também teria o sentido estratégico haja vista o que está em jogo é 2022.

O presidente eleito tem demonstrado despreparo e estar mais perdido que charuto na boca de banguela durante a composição do time que irá governador o país a partir de 1º de janeiro de 2019.

Some-se a isso tudo a errática diplomacia de Bolsonaro que poderá ainda transformar o Brasil em uma nova Coreia do Norte, em virtude do isolamento político e econômico que propõe o presidente eleito.

Compartilhe agora!