TSE derruba ‘fake news’ de Bolsonaro sobre urnas eletrônicas

Publicado em 25 outubro, 2018
Compartilhe agora!

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou nesta quinta-feira (25) a retirada de 55 links com um vídeo de Bolsonaro (PSL) colocando em dúvida a credibilidade das urnas eletrônicas.

Agora as empresas Google e Facebook terão 24 horas para remover os vídeos.

As postagens originais estão em duas páginas do candidato direitista. Outras 53 cópias foram feitas por seguidores.

O vídeo foi feito pelo candidato em 16 de setembro, num “live” pelo Facebook.

Bolsonaro afirmou que haveria a possibilidade de fraude nos resultados das urnas.

O vídeo postado há mais de um mês aponta para uma nova saída de negativa da democracia e da eleição. Da mesma forma que o candidato Aécio Neves (PSDB) fez em 2014 ao não reconhecer a vitória de Dilma Rousseff (PT).

A irresponsabilidade da atitude do tucano fez o país mergulhar numa das piores crises políticas da história.

Agora, Bolsonaro aponta para o mesmo caminho, caso perca a eleição no domingo.

A atitude do TSE em retirar os vídeos foi correta. Resta saber se o estrago pode ser revertido.

Com informações do Conjur

Compartilhe agora!