Por Esmael Morais

Haddad sobre a virada: ‘O amor está vencendo o ódio’

Publicado em 25/10/2018

O candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, afirmou ontem à noite no ato da virada em São Paulo que o povo brasileiro vai preferir o amor ao ódio.

LEIA TAMBÉM
Bolsonaro em crise com início de virada de Haddad

‘O amor está vencendo o ódio’, disse ao se referir ao adversário dublê de garimpeiro e candidato ao Palácio do Planalto.

Haddad interpretou aos milhares de presentes a especulação na bolsa e a subida na cotação do dólar nas vésperas da eleição.

“Eles sabem que eu não vou vender as estatais, a Petrobras, não vou vender a Amazônia e nem dar aos norte-americanos a base militar de Alcântara, no Maranhão, para que invadam um país vizinho.”

Haddad criticou a ameaça que Bolsonaro fez à oposição, às instituições, ao Ministério Público, ao STF e aos movimentos sociais.

LEIA TAMBÉM
Ibope: Haddad, com 51%, virou em São Paulo

“Ele ameaça todo mundo, mas o povo está acordando porque sabe que ele não é nada. Bolsonaro é um soldadinho de araque, que nunca fez nada pelo país. Ele nunca defendeu a República, o povo brasileiro”.

O Ato da Virada, na capital paulista, reuniu milhares de pessoas, além de parlamentares, artistas e dirigentes sindicais.

Assista ao vídeo: