Ex-vice de Beto Richa, Flávio Arns, candidato ao Senado, pode ser beneficiado pela lava jato

A boca de urna da lava jato contra o ex-governador Beto Richa (PSDB) poderá beneficiar seu ex-vice e ex-secretário da Educação, Flávio Arns, candidato ao Senado pela Rede.

A 55ª operação da lava jato deflagrada nesta quarta (26), que levou à prisão 18 pessoas, batizada de Anel da Integração II, que investiga pagamento de propina pelas empresas de pedágio, derreteu a candidatura de Beto Richa.

LEIA TAMBÉM
Beto Richa derreteu

Ora, quem é o maior beneficiário do derretimento do tucano? Flávio Arns, um ex-tucano, que tem a simpatia dos lavajistas de Curitiba.

A mulher do juiz Sérgio Moro, a advogada Rosângela Moro, por exemplo, já representou as APAEs em juízo e um sobrinho do ex-vice de Richa, Marlus Arns, é uma das sumidades da delação premiada na lava jato.

As APAEs, para quem não sabe, são um “feudo” da família Arns desde os tempos da saudosa médica Zilda Arns.

Comentários encerrados.