Bolsonaro julgado hoje no STF pelo crime de racismo

Daqui a pouco, a partir das 14h30, o Supremo Tribunal Federal (STF) retoma o exame da denúncia contra Jair Bolsonaro (PSL) pelo crime de racismo. O presidenciável pode se tornar hoje réu em mais uma ação penal.

A corte interrompeu no dia 28 de agosto o julgamento da acusação após o ministro Alexandre de Moraes pedir vista do processo. A sessão foi interrompida sob empate.

Ainda sob impacto do atentado contra Bolsonaro, depende do voto de Moraes a decisão STF sobre o aceite ou não da acusação de racismo da Procuradoria-Geral da República.

Jair Bolsonaro está sendo julgado porque, durante uma palestra do Rio, se referiu pejorativamente aos quilombolas ao dizer que foi a uma aldeia e que o “afrodescendente mais leve lá pesava sete arrobas”.

Bolsonaro já réu no Supremo Tribunal Federal pelo crime de incitação ao estupro e envolve a deputada Maria do Rosário (PT-RS).

Comentários encerrados.