Moro alegou falta de tempo para julgar Richa, mas interrompeu férias para manter Lula preso