Alckmin quer Alvaro na vice. Agora vai?

Crescem as especulações em torno de uma composição entre Geraldo Alckmin (PSD) e Alvaro Dias (Podemos), que desistiria para concorrer à vice do tucano.

O ex-governador paulista já teria fechado acordo com o PSD de Gilberto Kassab, em troca de apoios do PSDB para candidatos a governos estaduais.

Alvaro também teria pedido contrapartida do PSDB para seu irmão, Osmar Dias (PDT), na disputa pelo governo do Paraná.

O diabo é que o ex-governador Beto Richa já jurou apoio para a reeleição de Cida Borghetti (PP), mulher do ex-ministro Ricardo Barros (PP).

Alckmin está disposto a tudo para atropelar e deixar o deputado Jair Bolsonaro (PSL-RJ) na estrada, isto é, fora do segundo turno.

Há crença no PSDB de que o segundo turno será contra o PT, seja quem for o candidato petista.

Comentários encerrados.