A boataria começou depois que um vídeo com um homem carimbando “Lula Livre” em uma notas  viralizou na internet. A autoria deste vídeo é desconhecida e o PT nega que esteja fazendo qualquer campanha deste tipo.

O Banco Central ainda ressalta que as notas descaracterizadas que forem recebidas pela rede bancária serão recolhidas. Ao mesmo tempo, o BC faz um apelo para que as cédulas não sejam danificadas.

“O Banco Central incentiva a que as cédulas sejam preservadas, afinal a fabricação de cédulas e moedas gera custos para o País e sua reposição elevará ainda mais esse custo”, diz o texto.