Bolsonaro é denunciado no STF por racismo às vésperas do Datafolha

O presidenciável Jair Bolsonaro (PSL-RJ) foi denunciado pela Procuradoria-Geral da República por crime de racismo contra quilombolas, indígenas, refugiados, mulheres e LGBTs. O diabo é que a representação da procuradora Raquel Dodge ocorre concomitante com a realização de pesquisa Datafolha.

LEIA TAMBÉM
Gleisi afirma que Datafolha quer substituir o TSE

O instituto divulgará neste domingo (15), no jornal Folha de S. Paulo, os números da corrida presidencial de outubro.

A PGR pede a condenação de três anos de reclusão para Bolsonaro, além de pagamento mínimo de R$ 400 mil por danos morais coletivos.

Comentários encerrados.