Dono de site que ofendeu a honra de Marielle é desmascarado

Publicado em 25 março, 2018
Compartilhe agora!

O dono do site “Ceticismo Político”, Carlos Augusto de Moraes Afonso, assumiu a autoria das noticias falsas sobre a vereadora Marielle. O criminoso usava um “pseudônimo”, um perfil falso no Facebook com o nome de Luciano Ayan, que difundiu os textos de ataques à honra da ativista pelos direitos humanos.

 Em texto publicado ontem (sábado, 24) em seu site, Carlos Afonso admite pela primeira vez que Luciano Ayan é um “pseudônimo”. Diz que o Ceticismo Político foi criado por ele, e hoje tem outros colaboradores, cujos nomes não são revelados. O criminoso digital declarou que editou o post “Desembargadora quebra narrativa do PSOL e diz que Marielle se envolvia com bandidos e é ‘cadáver comum’”, que recebeu mais de 360 mil compartilhamentos no Facebook e se tornou o link mais influente na campanha difamatória.
 O site “Ceticismo Político” fazia parte de um grupo de páginas nas redes sociais que veiculam as chamadas “fakes news”, ou seja, a difusão de mentiras e notícias falsas contra políticos de esquerda e, principalmente, contra partidos como o PT e PSOL.
Após as investigações e uma reportagem do jornal ‘O Globo’, o Facebook tirou do ar os dois perfis de Ayan e a página do Ceticismo Político.

 

*Com informações de ‘O Globo’

Compartilhe agora!