Alvaro Dias manda expulsar do Podemos vereador que votou favorável a aumento do IPTU

Publicado em 1 fevereiro, 2018

De olho no governo do Paraná, o senador Alvaro Dias começou a focar no “quintal” após a pesquisa Datafolha que ele tem apenas 1% nas intenções de voto. O pré-candidato mandou expulsar do Podemos o vereador Estêvão da Zona Sul, de Londrina, por votar favorável ao aumento de impostos e do IPTU.

“A expulsão do vereador Estêvão da Zona Sul do Podemos deve-se ao seu voto contrário ao fechamento da questão em setembro de 2017, onde decidimos pelo não aumento de impostos, em especial o IPTU”, informou Marcio Stamm, presidente da seção londrinense do Podemos.

.

O prefeito de Londrina é Marcelo Belinati (PP) que jura ser necessário o tarifaço para cobrir o rombo deixado pelo ex-prefeito Alexandre Kireeff (Podemos), que sonha disputar o Senado na chapa de Alvaro.

O OUTRO LADO

O presidente municipal do Podemos de Londrina, Marcio Stamm, em nota, jurou que Alvaro não interferiu na expulsão do vereador Estêvão da Zona Sul. A seguir, a íntegra do esclarecimento do dirigente:

.

Prezado Esmael Morais.
Tendo em vista sua publicação de ontem “Alvaro Dias manda expulsar Vereador de Londrina que votou pelo aumento do IPTU” , temos a informar, na condição de Presidente da Executiva Municipal de Londrina, que temos muito orgulho de estarmos engajados no movimento liderado pelo Senador Alvaro Dias, representado pelo Partido Politico Podemos. Entretanto, o Senador é um democrata e não interfere nas decisões tomadas pela Executiva Municipal de Londrina, da qual sou Presidente. Todas as nossas decisões sao tomadas pelos seus integrantes de forma autônoma e sem se sujeitar a orientações superiores, senão àquelas estruturantes de nosso Movimento. Assim , pelo espirito de nosso movimento que tem entre seus ideais um Estado mais Eficiente e sem mais aumento de Impostos, tomamos a decisão de orientar o voto contrario ao aumento de IPTU realizado pela atual Administracao de Londrina. Desta forma, não restou alternativa aos membros desta Executiva a não ser fazer o Processo de Expulsão daquele que não comunga dos mesmos ideais que sao basilares ao nosso movimento e não seguiu orientação escrita passada a ele depois de reunião onde foi tomada a posição. Somos um Partido e devemos ter posição sim . Assim esta decisão foi tomada por esta Executiva sem qualquer interferência.

Atenciosamente.

Marcio Stamm
Presidente Podemos Londrina

Matéria atualizada às 14h37 de 02/02/2018.

Comments are closed.