André Vargas, vice-presidente da Câmara, apoia PEC que tira poderes de promotores públicos