Por Esmael Morais

Temer anuncia calote no reajuste de servidores

Publicado em 30/08/2017

Vinte e três categorias terão reajuste adiado do segundo semestre de 2018 para 2019, segundo o Ministério do Planejamento.

Com a medida, o governo Temer pretende “economizar” R$ 5,1 bilhões. O caixa reforçado seria para pagar juros aos bancos e rentistas.

O calote de Temer atinge servidores civis da ativa e inativos, dentre os quais estão professores universitários, policiais federais, auditores da Receita Federal, peritos do INSS, diplomatas, etc.

Os servidores deixarão de receber reajuste — que não é aumento salarial — de 4,57% e 4,5% relativos a reposição da inflação dos anos de 2015 e 2016.

O governo Michel Temer também propõe a redução nos salários de servidores que venham ingressar na administração pública.