Acovardado, Temer fugirá do encerramento dos Jogos Olímpicos

temer_vaia_olimpiadaO interino Michel Temer (PMDB) não participará da cerimônia de encerramento da Olimpíada no Rio, dia 21, vésperas da votação do golpe no Senado.

Temer quer evitar as vaias que o fulminaram na abertura do evento no Estádio do Maracanã. A palavra de ordem é fugir de desgastes.

Nunca é demais recordar que o interino chegou a censurar manifestações pelo Fora Temer nos jogos, mas a Justiça Federal liberou a liberdade de expressão.

A insegurança do interino tem razão de ser, pois, segundo a planilha do Palácio do Planalto, não há 54 votos (dois terços) consolidados para afastar definitivamente Dilma Rousseff.

O senador Roberto Requião (PMDB-PR) também aposta na volta da presidente eleita e no “Fora Temer”, embora o parlamentar não concorde com o grito de guerra.

“Nem Fora Temer nem Volta Querida”, faz questão de frisar Requião, que defende a soberania popular com a realização de plebiscito para a antecipação da eleição presidencial.

Comentários encerrados.