Temer anuncia confisco da poupança

temer_confiscoO governo provisório de Michel Temer (PMDB), nesta terça (24), anunciou o confisco da poupança do pré-sal denominada Fundo Soberano. Ele também declarou intenção de reduzir investimentos da saúde e educação e em financiamentos à produção.

O fundo soberano é uma reserva criada em 2008, no governo Luiz Inácio Lula da Silva, cujo saldo chega a R$ 2,4 bilhões.

A poupança soberana era constituída pela sobra do superávit primário que existia naquele momento e com royalties do petróleo. A ideia era utilizar esses recursos para momentos de crise econômica.

Além do confisco da poupança, Temer e o ministro interino da Fazenda, Henrique Meirelles, anunciaram medidas para acalmar o mercado especulativo. Dentre elas, o “confisco” de R$ 100 bilhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que serão devolvidos ao Tesouro Nacional, isto é, reduzindo a capacidade de financiamento da produção.

O golpista Temer também reforçou a intenção de reduzir investimentos na saúde e na educação, limitando o orçamento, visando formar superávit para o pagamento de juros aos bancos.

Comentários encerrados.