Richa prepara distribuição de “pixulecos” à velha mídia do Paraná e do Brasil

Beto_Richa

Garganta Profunda de Londrina, principal informante do Blog do Esmael no Palácio Iguaçu, extraordinariamente, informa neste domingo que amanhã (30) haverá uma espécie de “Escolinha do Tio Torto” — em referência ao secretário da Comunicação do Paraná, Márcio Vilela, que é tio do governador Beto Richa (PSDB).

Segundo o nosso Julian Assange das Araucárias, o tio distante do sobrinho distante vai dizer que não haverá “pixulecos” para a velha mídia pelos próximos 90 dias mas pero no mucho, pois articula-se o plano “Mídia Negra” para assegurar “alguns” com sobras orçamentárias da Assembleia Legislativa. Tudo com a anuência do governador, de acordo com o X-9 mais famoso das Américas. Abaixo, leia a íntegra do relatório de Garganta Profunda de Londrina:

Tio torto de Beto Richa vai segurar por 90 dias capilé pra velha mídia

Após 3 semanas como secretário da comunicação do sobrinho distante, Marcio Vilela (o tio torto de Beto Richa) vai dar um duro golpe na macacada dos meios de comunicação: nos próximos 90 dias não haverá “pixulecos” pra agradar os barões da velha mídia.

Objetivamente, o engenheiro Vilela quer retomar a velha prática do beija-mão do Palácio Iguaçu, que sempre marcou gestões tiranas da comunicação, onde proprietários de rádios, jornais e emissoras de TV do interior se viam obrigados a deslocar-se com frequência para capital, para pagar pedágio…

Nesta segunda-feira (30) pela manhã, durante uma espécie de “Escolinha do Tio”, o engenheiro Villela vai comunicar aos assessores de imprensa de todas as secretarias e empresas públicas que a bola está com eles pelos próximos 90 dias. “Ônus e bônus”…

A reunião começará impreterivelmente às 9 em ponto. Quem se atrasar, faltar ou não justificar ausência terá seu nome marcado na agenda-negra.

“Estamos duros”

Vilella tem falado abertamente para todos que já tiveram a oportunidade de se apresentar, que a gestão que o antecedeu na Comunicação de Richa consumiu 80% do orçamento de 2016. É a tala “herança maldita” (sic) do próprio governo Richa.

“Torrefação e moagem”, teria dito a um dono de emissoras de rádio da região de Londrina. Mais de 80 milhões teriam sido queimados nos primeiros cinco meses do ano…

Sem dinheiro pra acalmar o apetite dos barões da velha mídia, Vilella poderá iniciar a operação Mídia Negra – uma injeção de 36 milhões de reais por ano das famosas “sobras” orçamentárias da Assembleia Legislativa.

O pingado de 3 milhões/mês já estaria acertado com o secretário Mauro Ricardo, o secretário importado da Fazenda, com aval do governador Beto Richa.

Como tem o patrocínio político da “Bancada do Camburão”, essa distribuição política de recursos via Assembleia pode ser sua redenção nessa noventena. “Mas, a que preço?”, questiona um jovem deputado de primeiro mandato…

Vamos acompanhar a reunião na sala-blindada e depois mandamos mais notícias…

Este é o relatório.

Garganta Profunda de Londrina.

Comentários encerrados.