Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

STF se acovarda e deixa tudo igual

marco_lewandowiskiO Supremo, cada vez mais parecido com Nuremberg, segundo Requião, deixou o jogo para ser desempatado no plenário da Câmara.

A maioria dos ministros do STF rejeitou a suspensão da votação do golpe no próximo domingo (17).

O ex-presidente Lula diria que os magistrados se “acovardaram” outra vez diante da História.

Destaque positivo para Marco Aurélio Mello e Ricardo Lewandowski, que destoaram dos demais no colegiado.

Antes, porém, a “provocação” da corte fez Eduardo Cunha recuar da intenção de iniciar votação pela região Sul.

Em Nuremberg, ops, no STF, a madrugada começou (terminou) com empate de 1 a 1.

Comentários desativados.