E agora, Michel?

michel Ao conspirar abertamente para destituir a presidente da República da chapa pela qual se elegeu, Michel Temer destrói a própria biografia. E agora, Michel? Leia e ouça a análise do deputado estadual Luiz Cláudio Romanelli (PSB) em sua coluna.

Download áudio

E agora Michel?

Luiz Cláudio Romanelli*

“E agora, José? A festa acabou, a luz apagou, o povo sumiu, a noite esfriou,
e agora, José? E agora, você?”

O poema “José” foi escrito por Carlos Drummond de Andrade em 1942, durante a Segunda Guerra Mundial, quando o Brasil vivia sob a ditadura de Vargas. Nele, o poeta reflete sobre o sentido da vida em tempos de guerra e diante do conturbado momento histórico nacional. Mostra a angústia, desalento e a desesperança do homem comum diante daqueles tempos sombrios.

Tal qual José, acredito que todos que acreditam no Estado Democrático de Direito, vivem hoje um momento de profundo ceticismo e perplexidade pelos acontecimentos deste domingo.

Acreditamos que a esperança tinha vencido o medo para descobrir que o cinismo e a canalhice dissimuladas é que prevalecem.

A decisão de ontem implica em retrocessos em termos políticos, sociais e econômicos para o país e põe em risco a democracia brasileira.

Foi um golpe parlamentar contra uma presidente eleita pelo voto popular- que não responde a nenhum processo na Justiça — perpetrado por uma Câmara dos Deputados onde há 224 deputados que respondem a algum tipo de processo judicial e que é presidida por um réu indiciado pelo Supremo Tribunal Federal pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Deplorável o papel do PMDB nesse processo. O vice presidente Michel Temer conspurcou a própria biografia ao conspirar abertamente para destituir a presidente da República da chapa pela qual se elegeu.

Como bem lembrou Lula, em vídeo divulgado, falando sobre Temer : “quem trai um compromisso selado nas urnas não vai sustentar acordos feitos nas sombras”.

Como Temer fará para administrar o apetite pantagruélico dos 3/5 dos membros do parlamento, grande parte integrante da base de apoio ao atual governo, além do PSDB e DEM, PPS e outros mais?

Cabe ao Senado desmontar essa farsa encenada por vingança do presidente da Câmara Federal com apoio de grandes grupos de mídia e suas práticas de acusação seletiva.

Acredito, que tanta desfaçatez já tenha até colocado uma pulga atrás da orelha do Juiz Sérgio Moro, pois se o Eduardo Cunha conseguiu fazer isso com uma presidente legitimamente eleita pelo povo, creio que deve achar que o céu é o limite.

Não há prazo definido em lei para a instalação da comissão especial do Senado que analisará a denúncia, mas creio que diante da grave polarização política, que desencadeou atos de intolerância e ódio e manifestações de violência em todo o país, o Senado agirá rapidamente.‎

Tal e qual na Câmara, a comissão deve emitir um parecer a favor ou contra a instauração do processo, que será encaminhado ao plenário para uma votação e só continua se 41 dos 81 senadores concordarem com ele.

Se for aprovado, o processo é formalmente instaurado e a presidente é afastada por um período de 180 dias e o vice-presidente Michel Temer assume o cargo como presidente interino até o encerramento do processo. O impeachment só será aprovado se dois terços dos senadores (54 dos 81) votarem a favor.

Acredito que ao analisar o mérito do pedido de impeachment, o Senado entenderá que a vontade soberana do povo não pode ser mudada por um impeachment ilegal que afronta a Constituição brasileira.

Voltemos a Drummond e a seu poema “ Mãos Dadas” ( 1940):

“Não serei o poeta de um mundo caduco. Também não cantarei o mundo futuro.
Estou preso à vida e olho meus companheiros
Estão taciturnos mas nutrem grandes esperanças. Entre eles, considere a enorme realidade.
O presente é tão grande, não nos afastemos. Não nos afastemos muito, vamos de mãos dadas”.

Em tempo: Não sei como alguns têm a coragem em enfiar Deus e a família, para justificar suas contradições.

*Luiz Cláudio Romanelli, advogado e especialista em gestão urbana, ex-secretário da Habitação, ex-presidente da Cohapar, e ex-secretário do Trabalho, é deputado pelo PSB e líder do governo na Assembleia Legislativa do Paraná. Escreve às segundas-feiras sobre Poder e Governo.

27 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Esse mundo tá estranho!!!!! Romaneli contra o golpe? criticando a traição?

  2. É duvidosa uma eventual administração Temer quando Cunha, Maluf e mais 40 deputados que respondem junto ao STF votaram sim. É uma “boa” base de apoio ao governo…

  3. meu ponto de vista será que se o Sr. Romanelli estivesse la teria votado contra ata duvido este e outra farsa no Paraná me em gana que gosto kkkkkkkkkkk

  4. Desta vez o Romanelli tem meus aplausos pela sua coluna, O Brasil ontem assistiu ao golpe contra um Governo que foi legitimado pelo vontade do voto popular. O que hoje estamos esperando é que estes movimento financiados pela FIEP, SESI, SENAI e IEL, vão para as ruas pedir a saída de Cunha, se não haver um movimento neste sentido eu concordo com os 127 deputados que votaram contra o impeachment. É GOLPE SIM!
    E voltando ao assunto, aquilo que chamamos de “Congresso Nacional” é um circo mambembe armado, só tem palhaços do lado de dentro e uns otários do lado de fora.
    Eu quero o fim da corrupção, mas não com um golpe contra o estado de direito e do direito dos 54 milhões eleitores que votaram na Presidente Dilma.

    Chega destes Canalhas que deram a alcunha ao nosso Congresso de Sindicato dos Ladrões como definiram os especialistas políticos dos EUA.

    E ontem provaram isso com méritos. Lá é realmente um Sindicato de Ladrões, um covil de picaretas, pois roubaram a luz do dia a vontade de 54 milhões de eleitores do Brasil.

    FORA CUNHA, FORA TEMMER E AQUI NO PARANÁ FORA BETO.

  5. A atitude do Temer vai trazer sérias consequências ao PMDB. Se não concordasse com a Presidente Dilma de quem é Vice, deveria ter renunciado para provocar novas eleições.
    Encurtar caminho, sem disputa é como condenar sem defesa.

  6. Não tô entendendo ….Pois é se Dilma cometeu o crime, agora é a vez do nosso governador BETO RICHA…mais isso é difícil com tanta blindagem na ALEP…ilusão…

  7. Roma, você ainda pode ser o cara desde que pare de compactuar com a quadrilha que comanda o governo estadual. Temos motivos aqui no paraná pra pedir sim o impeachment e afastar o governador tucano Beto Richa. Faça historia Roma. Chute o balde

  8. Péra.

    É o Romanelli falando de traição do PMDB?

  9. O Romanelli é mesmo uma figuraça. Ontem o cara estava ao lado dos que colocavam combustível no golpe em preparação e reprimiam com violência extrema aqueles que nunca seriam golpistas e lutavam por seus direitos. Hoje critica o chefe do golpe e seus aliados que ontem os liderava. Coisa de candidato. Quem é o verdadeiro Romanelli?

  10. falou a pura verdade,o vice presidente acabou com sua carreira politica, PMDB partido de respeito,de compromisso com os Brasileiro,ele ta no mesmo barco do Cunha….

  11. Sera esta a cara do P M D B ,parte deste partido são golpistas cavardes mal caráter,esta e a forma de se articular para chegar a um poder,se aliar com o que e de mais baixo para se tornar uma ave de RAPINA,após tanto tempo essa e a resposta do pmdb,vergonha.

  12. Romanelilili, vc falando isso, quantas vezes vc mesmo manobrou contra a democracia e a favor de um governo corrupto e ditador chamado Beto Richa. tenha vergonha nessa sua cara de pau.

  13. Com este texto o Senador Requiao , vai pedir para seu sobrinho dep Joao Arruda sair do PMDB e pedir a volta com louvor e desculpa para o dep Romanelli .

  14. Bela análise Deputado, porém, estranha por partir de um político, onde seu partido o PSB,votou, quase q majoritariamente, a favor do impeachment, inclusive os três deputados do seu Estado. Gostaria de saber qual a sua posição, em relação, à Beto Richa, cujo governo, o Sr. é Líder.

  15. Não viesse de quem vem, um ser entregue aos braços de alguém chamado Beto Lixo, esse texto até mereceria respeito. Mas o Romanelli, falar de traição do PMDB, especialmente, em um dia de luto como o de hoje, dá vontade de vomitar. Se as esperanças desaparecem em um momento desses, lendo um artigo tão bem escrito, mas por quem foi escrito, é o caos. Lágrimas correm nos olhos dos homens e mulheres sérios deste país, mas dos seus olhos, Romanelli, correm as lágrimas do crocodilo.

  16. O texto está bonito, bem colocado; pena que parte de alguém que apoiou o massacre dos professores praticado por um governo covarde!

  17. ATÉ QUE ENFIM APÓS ESCREVER UM MONTE DE BOBAGENS, O ROMANELLI ESCREVEU ALGUMA COISA CORRETA E VERDADEIRA NESTA COLUNA, SÓ QUE ESTÁ CONTRÁRIO AO SEU CHEFE, O GOVERNADOR E AO SEU COLEGA O FRANCISQUINI.

  18. O Temer deveria tomar medidas para resolver definitivamente a crise econômica. Para isto as principais medidas deveriam ser: 01-Reduzir pela metade a quantidade de vereadores, deputados federais e estaduais 02-Demitir e proibir a contratação de comissionados no Brasil inteiro. 03-Acabar com status de municípios que não tem condições de se sustentarem pois foram criados somente para abrir vagas para mais políticos e comissionados. 04-Privatizar as empresas públicas que são verdadeiros cabides de emprego e corrupção (vejam o caso da copel e sanepar). Estas duas medidas fariam com que políticos e comissionados que somente geram gastos fossem para o mercado de trabalho. Assim aumentaria o PIB brasileiro e reduziria o gasto inútil.

  19. Espero que a lucidez prevaleça no Senado e não aprove essa loucura, permitindo que Temer e Cunha se tornem presidente e vice-presidente da República. Vamos ver agora como os coxinhas se comportarão cientes de que esses Senhores poderão ocupar o lugar de Dilma. Serão capazes de ovacionar a dupla? A resposta parece ser sim, mediante a ausência de senso crítico.

  20. E agora!?! Ótima colocação, ótimo poema!

  21. Obrigado, Deputado. Seu audio fez muito bem a todos nós.
    Um abraço do Felicio Chamon

  22. Esse mundo anda engraçado! O Romanelli contra o golpe e o Arruda, sobrinho do REQUIÃO, GOLPISTA….!!!

    • Bem lembrado, fiquei pasmo quando ouvi o voto do sobrinho do Requião ontem. Surpresa negativa. Hoje me deparo com este artigo do Romanelli. Surpresa positivo, espero esteja achando estranho, não sabia dessa posição do Romanelli, se ela já existia antes, por que nunca manifestou?

  23. Romanelli.
    realmente a democracia deu um passo para trás.Foi horroroso assistir as manifestações e justificativas dos votos pro golpe.
    Parabéns pela analise firme e contundente desta pobre conjuntura da politica nacional..

  24. Ontem assistimos o que há de mais grotesco em termos de política. Homens públicos berrando, ao votar homenageando interesses e afetos particulares, público e privado embutidos numa conduta leviana, sem seriedade, sem sabedoria. Deputados Vida Loka Sem Noção! Ricardo Barros,de Maringá, aproveitando a boquinha para promover sua família: Maria Victória e cidona. Isso sem falar do acréscimo brutal de patrimônio e benesses auferidas em troca do voto.Claro, a maioria votou, não por Deus ou pela Família brasileira mas por SUA família e para livrar seu couro de futuras investigações, visto que a maioria lá é corrupto e que a lava jato já cumpriu sua missão é não prosseguirá, como veremos. Um festival de pornografia política e só acessível para quem tem estomago forte.