Humilhante goleada por 5 a 1 dificulta reeleição de Petraglia no Atlético

“Chuva de gols da Vila” pode ter fulminado sonho de reeleição de Mario Celso Petraglia; time rubro-negro levou 5 chocolates do Santos; em sua coluna no Blog do Esmael, no sábado (5), oposicionista João Alfredo afirmou que "o Furação precisa de bola na rede e faixa no peito"; “Nos últimos 10 anos, o clube ganhou apenas u título, sendo o último deles em 2009”, lamentou o representante da chapa “Atlético de Novo”; eleição no clube promete movimentar 9,5 mil sócios torcedores.

“Chuva de gols da Vila” pode ter fulminado sonho de reeleição de Mario Celso Petraglia; time rubro-negro levou 5 chocolates do Santos; em sua coluna no Blog do Esmael, no sábado (5), oposicionista João Alfredo afirmou que “o Furação precisa de bola na rede e faixa no peito”; “Nos últimos 10 anos, o clube ganhou apenas u título, sendo o último deles em 2009”, lamentou o representante da chapa “Atlético de Novo”; eleição no clube promete movimentar 9,5 mil sócios torcedores.

O sacode que o Atlético levou ontem (6) na Vila Belmiro, diante do Santos, pode ter enterrado de vez o sonho de reeleição de Mario Celso Petraglia. O time sofreu uma humilhante derrota, de 5 a 1, na última rodada do campeonato brasileiro. Os santistas registraram seu triunfo como uma “chuva de gols na Vila” contra o adversário rubro-negro.

O clube realiza eleição no próximo sábado, dia 12. Duas chapas concorrem ao comando do Furacão. A situação é representada pelo “CapGigante”, de Petraglia, e a oposição se uniu na “Atlético de Novo”, liderada pelo empresário João Alfredo Costa Filho.

No sábado (5), em sua coluna no Blog do Esmael, o oposicionista afirmou que “o Furação precisa de bola na rede e faixa no peito”. “Nos últimos 10 anos, o clube ganhou apenas u título, sendo o último deles em 2009”, lamentou João Alfredo.

A eleição no Atlético vai movimentar 9,5 mil torcedores.

7 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Pernas-de-pau com Marcos Guilherme, incapaz de render um jogo coletivo, recebe a bola, corre dez metros, e arremessa ao parceiro e pára, não se apresenta para tabelar, apoiar. Resta ao outro chutar como der para dar algum sentido ao lance. Crislan consegue fazer dez embaixadinhas ou dar fintas? Revelações de novos jogadores pecam na parte técnica – chute, drible, coesão de equipe, é um tal de o lateral querer resolver tudo sozinho.

  2. O resultado de contra o Santos e os jogos que vinha realizando em altos e baixos desempenho, é bem a cara de quem um dia confessou em rede de televisão que de futebol não entendia nada e pior ainda que nem gostava. E ai fica a pergunta. Porque então quis ser Presidente de um Clube de Futebol como o CAP. Uma das resposta provavelmente vira na forma de que o patrimônio que temos hoje é fruto do tralho dele, mas um patrimônio que está penhorado e com sérios riscos de cair em mão alheias aos interesses dos atleticanos.
    Portanto que venha as novas cabeças pensantes, que façam o futebol rubro negro ser novamente vitorioso e que as dívidas seja sanadas o quanto antes possível, aquelas que são de nossa responsabilidade no acordo. Depois de ontem o Petraglia que vá cuidar do se netinho.

  3. A macumba do chick está dando certo começando em amarrar os jogadores contra o santos.

  4. Foi-se o tempo que jogavam pelo amor ao clube. e claro todos tem que ganhar pelo seu trabalho mas o maior erro e cometido pelos dirigentes que saqueiam tudo o que o time tem, levando com eles uma historia de uma vida todo

  5. Esses jogadores que fazem corpo mole deveriam honrar a camisa que vestem e dar graças a Deus de jogar num time como o ATLÉTICO com salário em dia e um time de respeito e patrimônio que nem na chuva jogam mais. Venham pro lado de cá pra ver como está bom o mercado de trabalho e ver se vão ganhar o que ganham.

  6. Sempre tive uma dúvida. Por que essas pessoas se matam para dirigirem clubes de futebol com dívidas milionárias? Qual o interesse em fazer isso de graça, aguentando ainda jogadores, torcedores, etc…Será que eles conseguem alguma vantagem que nós pobres mortais não sabemos?

  7. Esse 5 x 1 foi o “troco” dos jogadores insatisfeitos
    ao “Metraglia”.
    Lamentável para o Clube, é apenas o fato de que esse
    vexame não precisava fazer parte da sua história.
    Jogadores que “jogam” o nome do clube em que trabalham
    no chão, devem ser vistos com cuidados e reservas
    pelos próximos clubes que queiram contratá-los.
    Podem ter dado o “troco”, mas também se
    autodepreciaram e se desvalorizaram.
    E para o “Metraglia”, a vida segue…