Gleisi lidera luta pela ampliação da participação das mulheres na política

gleisi_politicaA senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) participará de uma audiência pública em Curitiba, nesta sexta-feira (6), às 9 horas, no Plenarinho da Assembleia Legislativa do Paraná, sobre a campanha “Mais Mulheres na Política, a Reforma que o Brasil Precisa”. O evento tem o apoio do Blog do Esmael.

O encontro de amanhã tem como objetivo apoiar a aprovação da PEC 134/2015, que estabelece reserva mínima de vagas para as mulheres nas próximas três legislaturas, começando com 10% do total de cadeiras, ampliando para 12% e, por fim, para 16%, na terceira eleição após a aprovação da matéria.

Se aprovada a Emenda Constitucional, a medida seria válida para o Senado, Câmara dos Deputados, assembleias legislativas e câmaras de vereadores de todo o país.

“Estamos em um momento muito favorável de apoio à PEC da Mulher, já aprovada em dois turnos pelo plenário do Senado e que já foi encaminhada à Câmara dos Deputados”, relatou a senadora Gleisi Hoffmann.

A iniciativa na capital paranaense é da Procuradoria Especial da Mulher do Senado e da Secretaria de Mulheres da Câmara dos Deputados, e prevê que todos os estados brasileiros realizem audiências públicas ressaltando a importância da participação das mulheres nos espaços de poder.

Além de Gleisi, a audiência pública desta sexta contará com a participação e apoio das deputadas federais Christiane Yared (PTN-PR) e Leandre Dal Ponte (PV-PR), da Secretaria da Mulher de Curitiba, do Fórum Popular de Mulheres e do deputado estadual Professor Lemos (PT).

Dados sobre a atual participação das mulheres na política

De acordo com a Procuradoria da Mulher do Senado, a média de mulheres nas casas legislativas é de 10% no Senado, na Câmara dos Deputados, nas assembleias legislativas e câmaras de vereadores, apesar de elas serem cerca de 52% do eleitorado e 40% da força produtiva nacional.

No Paraná, a média segue a nacional: somente 38 mulheres ocupam o cargo mais alto do executivo nas cidades e 451 são vereadoras. A bancada federal é composta por 33 deputados e senadores, dois quais apenas 3 são mulheres.

2 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Não tenho nada contra a participação das mulheres na política e penso que elas deveriam participar mais,mas quanto fazer uma lei destinando um porcentual de vagas é um afronta a democracia,pois quem deve decidir sobre os representantes é o povo e não a legislação,se o eleitor entender que as mulheres são mais capacitadas para o cargo ele vai escolher ou o contrário,mas essa decisão tem que ficar para o eleitor decidir.Antes que alguém me chame de machista,repito,as mulheres devem participar mais da política,mas a Lei não pode passar por cima do eleitor.

  2. Quantas mulheres há nas penitenciárias para quantos homens?
    Quantos casos há de corrupção política
    entre mulheres?
    Responda e vote em mulheres.