Coluna da Maria Victória: Curitiba tem famílias em situação de risco a exemplo de países da África

Maria Victória se apresenta hoje (30) como colunista do Blog do Esmael nas segundas-feiras; aos 23 anos, deputada estadual e pré-candidata a prefeita de Curitiba pelo PP, ela conta sua história de vida: “estudei por cinco anos na Suíça, trabalhei na China e realizei projetos humanitários na África”; mas a jovem parlamentar chegou a seguinte conclusão: “percebi que não precisava ir a África para encontrar cenários vistos no continente africano, já que aqui no Paraná e mesmo dentro de Curitiba temos milhares de famílias vivendo em situações de risco, convivendo diariamente com falta de saneamento básico, energia e água”; nova colunista tem como ídolos, por óbvio, sua mãe e seu pai, a vice-governadora Cida Borghetti (PROS), e o deputado federal Ricardo Barros, vice-líder do governo Dilma Rousseff (PT), bem como o ex-governador Jaime Lerner e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso; leia, ouça, comente e compartilhe.

Maria Victória se apresenta hoje (30) como colunista do Blog do Esmael nas segundas-feiras; aos 23 anos, deputada estadual e pré-candidata a prefeita de Curitiba pelo PP, ela conta sua história de vida: “estudei por cinco anos na Suíça, trabalhei na China e realizei projetos humanitários na África”; mas a jovem parlamentar chegou a seguinte conclusão: “percebi que não precisava ir a África para encontrar cenários vistos no continente africano, já que aqui no Paraná e mesmo dentro de Curitiba temos milhares de famílias vivendo em situações de risco, convivendo diariamente com falta de saneamento básico, energia e água”; nova colunista tem como ídolos, por óbvio, sua mãe e seu pai, a vice-governadora Cida Borghetti (PROS), e o deputado federal Ricardo Barros, vice-líder do governo Dilma Rousseff (PT), bem como o ex-governador Jaime Lerner e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso; leia, ouça, comente e compartilhe.

Download do áudio

“Conheço esta cidade
como a palma da minha pica.
      Sei onde o palácio
sei onde a fonte fica,

      Só não sei da saudade
a fina flor que fabrica.
      Ser, eu sei. Quem sabe,
esta cidade me significa.”

Curitibas (Paulo Leminski)

Maria Victoria Borghetti Barros*

E como essa cidade me significa! Como muitos que aqui residem, também me considero curitibana. Maringaense de nascimento,vivo aqui desde os 13 anos; a família de minha mãe, Cida Borghetti, é curitibana. Minha querida avó dona Ires Anna Borghetti e seu Ivo Borghetti (in memorian), proprietários do restaurante Cantina Grande e militantes políticos e ligados aos movimentos da Igreja Católica, educaram seus 13 filhos com muita disciplina e amor. Tamanho amor, que une esta grande família cheia de problemas, soluções, tristezas e muitas alegrias. Aqui sinto-me em casa: acolhida pela minha família e por bons amigos.

É uma honra poder compartilhar minhas ideias e convicções neste espaço. Hoje, começarei com uma apresentação informal e com o passar das semanas dividirei este espaço para relatar meu trabalho, dificuldades e conquistas.

Meu grande objetivo é ampliar o debate, a discussão das boas ideias e, acima de tudo, atrair gente do bem para atuar na política, pessoas que assim como eu, desejam fazer a diferença.

Aos 23 anos, já me vejo em uma posição de tamanha responsabilidade. Responsabilidade que aprendi em casa, desde cedo. Aos 6 anos de idade estava no palanque, pedindo votos para os candidatos Ricardo Barros, Jaime Lerner e Fernando Henrique Cardoso; que alegria perceber que comecei lutando por meus maiores ídolos da política Brasileira.

Sou empresária há 5 anos. Tenho uma escola bilíngue para crianças, outra fonte de inspiração para entrar na política e possibilitar a mesma educação fornecida na minha escola para todas as crianças paranaenses.

Trago no coração uma tarefa desafiadora, a implementação do inglês em todas as escolas municipais. Através de um indicação minha, há aproximadamente três anos, o prefeito de Maringá, Roberto Pupin, com sua visão empresarial e foco em educação, tornou o sonho em realidade e hoje todas as escolas municipais de Maringá ensinam a língua inglesa. Um pequeno passo, de uma caminhada que temos à frente.

Embora ter nascido na política, nem sempre tenho meus mestres por perto para me orientar. Não é fácil, mas não me arrependo em momento algum das escolhas que fiz.

Assim como amo esta cidade, amo a política, não me imagino fazendo qualquer outra coisa e tenho fé na nossa gente e no nosso país. Não basta só reclamar do atual cenário político onde muitas decepções estão se revelando através da imensa corrupção e ficar de braços cruzados. Temos de participar e fazer melhor.

Comecei a minha vida escolar em Curitiba aos dois anos de idade na turma da Ms. Rosinha, da Escola Internacional de Curitiba.  Filha de políticos, sempre mudando de cidade para acompanhar meus pais tive uma vida escolar diversificada e interessante: estudei no Colégio Joao Paulo II em Brasília, no Colégio Marista e Platão em Maringá, fiz Positivo, TASIS (The American School in Switzerland), estudei por cinco anos na Suíça, trabalhei na China e realizei projetos humanitários na África.

Experiências que contribuíram não só na minha educação mas também a me apresentar diferentes e distantes realidades. Aliás, durante a última campanha percebi que não precisava ir a África para encontrar cenários vistos no continente africano, já que aqui no Paraná e mesmo dentro de Curitiba temos milhares de famílias vivendo em situações de risco, convivendo diariamente com falta de saneamento básico, energia e água.

E é por isso que trabalho e me levanto todos os dias de manhã, para fazer o que realmente amo: ajudar as pessoas que precisam. Agradeço todos os dias aos meus pais por terem me dado as condições de me formar uma cidadã do mundo, mas com o coração Brasileiro.

Transferiram-me o dom de servir as pessoas, ajudar a construir um lugar melhor. Assim como muitos filhos de médicos são médicos, filhos de engenheiros são engenheiros porque filhos de políticos não podem se espelhar em seus pais?

Meu pai, Ricardo Barros tinha razão quando dizia que uma campanha e um mandato seriam a melhor pós-graduação do mundo. Nunca pensei entender de assuntos tão diversificados em tão pouco tempo. O preparo para o plenário, presidir e participar de comissões, PEC´s, projetos e lei, o estudo constante das constituições estadual e federal e do regimento interno da Assembleia Legislativa. A necessidade de buscar diariamente o conhecimento jurídico.

Aproveito mais uma vez a oportunidade para agradecer os 44.780 votos de confiança depositados em meu nome para cumprir este mandato de Deputada Estadual. Estou fazendo o meu melhor para honrá-los com honestidade e força de vontade para persistir e driblar as dificuldades diárias impostas em meu caminho.

Na semana passada, percorri os bairros Tatuquara, Caximba e Villa Pantanal aqui de Curitiba. Muitos me perguntaram se estava me candidatando, respondi que estava voltando para visitar e tomar nota dos problemas encontrados e dar o devido encaminhamento. Aos poucos, com humildade continuo o trabalho para fazer a diferença: “E no fim, não são os anos em sua vida que importam. É a vida em seus anos”. Abraham Lincoln.

Caro Esmael Morais, agradeço mais uma vez esta oportunidade. Parabéns por sua postura democrática ao me convidar para participar de seu blog.

Quem é Maria Victória?

 

Nome: Maria Victoria Borghetti Barros / Empresária / Hotelaria / Deputada Estadual

Data de Nascimento: 01/02/1992   Idade: 23 anos

Graduação:

Ensino Médio 1º. Ano – TASIS – The American School of Switzerland – 2007

– Ensino Médio 2º. Ano – ISC – International School of Curitiba – 2008

– Ensino Médio 3º. Ano – Positivo – 2009

Hotelaria e Gestão de Eventos  – SHMS – Swiss Hotel Management School –2012

-Cursando Pós-Graduação em Administração Pública – UNICESUMAR – 2015

Cursos:

Facebook Business Master Class Program – SHMS – Swiss Hotel Management School – 2012

– IV Congresso Brasileiro de Direito Eleitoral – Instituto Paranaense de Direito Eleitoral – IPRADE, Instituto Brasileiro de Direito Eleitoral – IBRADE e Universidade Positivo – 2014

-“Lemann Dialogue” Discutindo Políticas Publicas Educacionais na Universidade de Stanford – 2014

-Liderando Reformas Educacionais: Desafios e Oportunidades para os próximos 4 anos – Fundação Lemann e Universidade de YALE – 2015

– Liderança Executiva em Desenvolvimento pela Primeira Infância – HARVARD –2015

Carreira Política:

Presidência do PP Jovem / Juventude Progressista do Paraná – 2013

– Eleita Deputada Estadual do Paraná com 44.870 votos –2014/2015

  • Autora da Lei Semana Estadual Maria da Penha nas Escolas;
  • Autora da Lei da Política de Tratamento das Doenças Raras no Estado do Paraná;
  • Autora da Lei que institui a Semana de Conscientização de Defesa da Educação Inclusiva.

*Maria Victoria Borghetti Barros é deputada estadual, pré-candidata a prefeita de Curitiba pelo PP, vice-presidente da Comissão de Educação na Assembleia Legislativa do Paraná. Ela escreve às segundas-feiras no Blog do Esmael sobre “Educação e Cultura”.

95 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Parece piada de mal gosto kkkkk

  2. I just want to tell you that I am very new to blogging and site-building and actually savored your web site. Likely I’m want to bookmark your website . You definitely come with terrific articles. Many thanks for revealing your website page.

  3. Gatinha… Depois da sua apresentação aqui e da quantidade absurda de xingamentos nos comentários, sai de fininho. Eh o melhor q vc tem a fazer, genética e companhias não se consertam… Bjinhos molhados do Paulinho.

  4. os políticos mais fazem o mal, do que sua obrigação que é servir o povo. o que sabem de trabalho publico?

    estamos cansados de gente sem preparo para o cargo, de gente oportunista.

    de mal intencionados que só querem prejudicar o povo.

    NUNCA ESQUECEREMOS O DIA DO MASSACRE, NUNCA.

  5. Essa cidadã vive fora do país.

    Qtas viagens já fez esse ano no exercício do seu mandato como deputada, e qtos dias trabalhou de fato?

    por que viaja tanto para fora do país, se ama Curitiba, e o povo brasileiro? Por que não fica no Brasil e tentar fazer algo de bom para o povo?

    o que vc diz não combina com suas atitudes.
    o povo paranaense não se engana mais.

  6. NOSSA!
    COITADO DOS CURITIBANOS!

    UMA PESSOAS TÃO JOVEM, COM PENSAMENTOS DOS VELHOS.
    NO DIA DA MASSACRE, FICOU DO LADO ERRADO.

    NUNCA SERÁ ESQUECIDA PELO MAL QUE FEZ!

  7. Cara de pau dessa Maria Victória.
    Rivaliza com a Renata “Buenazuda”.

  8. 29 de abril de 2015: não esqueceremos! Deputada do camburão!

  9. 29 de abril, NUNCA esqueceremos!

    Maria Victória, peça de manobra do clã coronelista que se apossou de Maringá.

  10. Eu só tenho uma pergunta a fazer, essa menina tão novinha conhece o que estudou na suíça fez trabalho humanitário na África!!! Conhece o Brasil? Ou melhor , conhece o Paraná e ainda conhece Maringá? Kk e ainda quer ser prefeita de Curitiba . Eu a conheço de 29/04/2015,do camburão!

  11. Ver uma garota mimada de 23 anos, que acabou de sair da adolescência, e que acha que entende da realidade do povo paranaense tendo vivido os últimos anos no exterior, sempre usando tudo “do bom e do melhor” é no mínimo cômico!
    “Empresaria há 5 anos”, ou seja, mal fez os seus 18 anos, e já ganhou do papai uma escola bilíngue para brincar de administração (sendo que uma vez que você passou os últimos anos no exterior, de empresária você é só na teoria mesmo). Com “tanta” experiência em gestão, ainda se propõe a se tornar prefeita de Curitiba?! Quanta ironia..
    Diz que se preocupa com a educação, porém enquanto os professores davam o sangue no 29 de abril, você deu o seu voto de apoio para que o dinheiro da aposentadoria dos professores e funcionários públicos fosse tomado à força para cobrir o rombo deixado nos cofres públicos pela péssima gestão do governador. Você é uma integrante oficial da bancada do camburão!!!! Um paradoxo, não é mesmo?! Seus discursos se contradizem com suas atitudes, apesar que isto se aplica também à 95% dos políticos no Brasil.
    Só em nosso país mesmo que alguém sem nenhum preparo para a vida publica alcançaria o cargo de Deputada! Uma palhaçada! Não é preciso ter um senso crítico muito apurado para concluir que a senhorita Maria Victória não é muito diferente de um Tiririca, de um Bruno do KLB, ou de um Lutador Popó, que caiu de paraquedas na política! Porém no seu caso foi graças ao papai e a mamãe, que te abriram as portas para este submundo de podridão que é a política brasileira! Será que você de fato têm algum mérito próprio em ser Deputada e Empresária?! Será que suou a camisa pra chegar aonde está?! Pergunto isto, porque você vive em uma realidade paralela! No Brasil em que eu observo no dia a dia, e que se aplica à grande maioria do povo brasileiro, é necessário suar muito a camisa com trabalho e dedicação, para no final do mês conseguir somente sobreviver, comprando comida e pagando aluguel e as contas mais básicas. Sou professor, e nunca votarei em você Maria Victória!!

  12. Agora sou eleitora Paranaense e…Curitibana!

    A história não mente: O então governador ALVARO DIAS, baixou o cacete nos professores & Cia do Paraná.
    E APENAS vinte (20) anos depois, os paranaenses reelegem o cara com quase 80% dos votos. Resumindo onde está a força dos professores? Infelizmente, quem vota nesses caras QUER É DISTÂNCIA DE PROFESSOR (A).
    A deputada Maria Victória têm berço político, e os seus CRÍTICOS gratuitos sabem disso!…

  13. Quem eh vc??? Ah lembrei eh do camburao… aqui nao pra vc eh pauuuuui

  14. Infelizmente a Maria Victoria não conhece seu estado, um dos mais ricos realmente e que paga um dos maiores pedágios para ter sua produção agrícola escoada via rodovias; deputada do camburão que votou contra os professores e funcionalismo público, e que coloca as instituições públicas de ensino e pesquisa do estado num buraco; se diz curitibana mas foi fazer hotelaria na Suiça, aliás esse deve ser o único país com o qual teve real contato; diz que a política está no sangue, como se o fato de aos 4 anos num palanque não significasse treinamento para mamar no poder público.
    E por fim, é afiliado do partido com mais envolvidos na Lava Jato, o PP, isso pode dizer alguma coisa sobre essa pseudo-política.

  15. Este governo vive de propaganda e safadeza, e esta é uma das safadas que dá sustentação para isto.

  16. Triste perceber que a política continua sendo hereditária! E, diga-se… herança maldita! Quando iremos mudar isso?!

  17. E em que outra profissão você acha que aos 23 anos de idade já estaria em tamanha evidência Srta. Maria Victória? Você se acha mais capaz que qualquer outra menina da sua idade que acorda cedo e trabalha para pagar seus estudos em uma Universidade Estadual do Paraná, que não tem um terço da estrutura de uma Universidade da Suiça? Não Srta., o que elas não tem em relação a você são pais que construíram suas vidas calcados pelo dinheiro público, advindo do suor dos trabalhadores deste estado e que não podem dar aos seus filhos a mesma oportunidade que você tão facilmente teve com o dinheiro que seus pais “ganham” sem muito esforço!
    Espero que você aprenda alguma coisa em sua carreira política e que realmente procure vivenciar a realidade do seu estado, não apenas observando pela janela do seu avião ou pelos olhos dos seus assessores e que use a oportunidade do cargo que lhe foi concedido para realmente fazer a diferença com ações concretas e não apenas belas palavras escritas em um papel, no conforto do seu gabinete, com o intuito de sensibilizar possíveis próximos eleitores, e assim perpetuar o nome da sua família no poder!

  18. Acho muito tosco quando fazem menção a Ricardo Barros como “vice-líder do Governo Dilma Roussef”. Essa família não dá ponto sem nó: aliados do PSDB no Paraná e do PT no governo federal. É como acender uma vela para Deus e outra para o capeta.

    Será que ela leu o texto que o assessor fez para ela? Prefeita de Curitiba? Jaime Lerner e FHC como ídolos? Só pode ser piada!

    Fica o alerta: ser gestora pública não é como brincar de Barbie.

  19. Sucesso e êxito. A semeadura é livre.. A colheita obrigatória. Necessitamos de renovação.

  20. Maria, percebi pelo seu texto que você viveu bastante tempo numa redoma de luxo e futilidades. Quando precisou dos votos dos pobres começou, nas suas palavras, a “perceber” a existência deles? Nos poupe desse discurso insuportável.
    29 de Abril: Nunca esqueceremos!

  21. Quanta falta de respeito de muitos que comentaram aqui. A moça está mostrando trabalho, primeiro mandato, esta fazendo um trabalho transparente buscando entender os problemas do Estado e ao mesmo tempo resolver da melhor forma possível, sem dizer que ela não é politica profissional. Mais respeito caros..

  22. Está guria só pode estar brincando…

  23. Então Maria que leva no nome uma mulher guerreira, mas já no inicio de sua carreira preferiu aliar-se ao exterminador de futuros quando se prestou a entrar no camburão e a história depois nós sabemos. Realmente não precisa ir par a África, alias sempre no clichê quer se referir à miséria cita-se a África. Parece que descobriu a realidade a qual nunca a tinha percebido, também relevo a sua pouca idade, mas Excelentíssima deputada, os excluídos não são de agora, estavam e sempre estão longe dos holofotes, só aparecem quando alguém quer utiliza-los em suas peças de propaganda, ou quando para efeito de estatística e vinda de verbas também aparecem. Se quiser mesmo iniciar melhor faça uma crítica contundente ao governador que apoia, vale lembrar que foi por duas vezes prefeito, e seu governo apenas fica nos factoides e na repressão.
    É só percorrer inclusive as ruas centrais de nossa Capital para ver a noite quando os “sub-humanos” saem de suas tocas para não enfear de dia a cidade europeia, como alguns costumam se gabar.
    E espero que nos seus pronunciamentos e ações sejam mais coerentes, pois, como disse é muito jovem ainda e tem tempo de mudar de lado e de opção ideológica.

  24. Kkkkkk vai pra Suissa patricinha. E o papai queria reduzir o bolsa família? Gente incoerente da direita. Não conversam entre vocês, família iluminada?

  25. Vai pra Suissa patricinha. E o papão queria reduzir o bolsa família?

  26. você é uma piada.
    absurdo ela ter um espaço.

  27. DEPUTADA DO CAMBURÃO..NUNCA ESQUECEREMOS

  28. hahahahhahahaha, sorte que não precisou fazer redação em concurso público, porque esse texto TÁ MUITO RUIM

  29. ora, menina, vc e sua familia sao neoliberias e direitistas até a medula dos ossos, pare de demagogia, vcs nao se importam com pobres, com causas sociais, com a soberania nacional, vide o que sua bancada fez com os professores, deixa de ser hipocrita. distribuir brinquedos pra crianças pobres no fim de ano naoa situação.

  30. ah Maria Mictoria me poupe. Acredito que fruta não cai longe do pe, mesmo as podres. Deputada de camburão, não merece respeito não.FORA BARROS?

  31. Dia 29 de Abril de 2015. dia que nossa “ilustre” VIC estava escolhendo vestidos no celular dentro da assembleia.

  32. DIA 29 DE ABRIL DE 2015 o dia do massacre dos professores,eu me envergonho desses politicos que acham que temos a memoria curta,jamais esqueceremos dos Deputados do Camburão.

  33. Eu espero que, em 2016 durante a campanha politica a prefeitura de Curitiba haja pessoas voluntarias nas ruas, e nas redes sociais, dispostas a fazerem uma campanha de esclarecimento a população de Curitiba, sobre em quem não se deve votar jamais para prefeito de nossa cidade, e eu me antecipo desde já a divulgar alguns nomes.
    FERNANDO FRANCISCHINI >>>> Ex secretario de segurança do BETULIXA, um dos comandantes do massacra aos professores no centro civico #29DEABRIL#.
    MARIA VITORIA >>>> Autora deste texto lindo e comovente, “TÓ CHORANDO AQUI” DEPUTADA DO FAMIGERADO CAMBURÃO, votou a favor dos projetos do governador ditador mais incompetente da historia do nosso estado. SÓ A BELEZA E O SORRISO FARTO NÃO BASTA MINHA FILHA! SÓ QUERO LHE DIZER QUE FICA MUITO FEIO VOCÊ FALAR DE POBRE, ENQUANTO O SEU PAI MEXE OS PAUZINHOS EM BRASILIA PARA TIRAR O LEITE DAS CRIANÇAS DE MILHÕES DE BRASILEIROS, ATRAVÉS DA DIMINUIÇÃO DO “BOLSA FAMÍLIA” VÁ GOSTAR DE POBRE ASSIM NA CAIXA PREGO! A HIPOCRISIA É F…….

    O OUTRO É, GUSTAVO FRUET, esse nem precisa comentar nada, Curitiba já esta sofrendo na pele a incompetência, e as promessas não cumpridas de campanha.

    A população não deve votar em mentirosos sacanas que nos momentos mais cruciais do dia a dia enganam o povo, administrando somente para os amigos abastados, e em outros momentos votam contra os professores do Parana, e agem com violência jamais vista na história da educação do nosso estado. QUE BOM QUE O POVO TERÁ A CHANCE DE DAR O TROCO.

  34. É UMA POBRE MENINA RICA BILIONÁRIA QUE FOI FANTASIADA DE POLÍTICA!

    Alguém lembre esta menina rica deslumbrada que ela faz parte de uma oligarquia de extrema direita elitista, “OS BORGHETTIS”!
    Oligarquia se ela não sabe é um termo que tem origem na palavra grega “oligarkhía” cujo significado literal é “governo de poucos” e que designa um sistema político no qual o poder está concentrado em um pequeno grupo pertencente a uma mesma família com grande posses financeiras, um mesmo partido político ou grupo econômico. A oligarquia é caracterizada por pequeno grupo que controla as políticas sociais e econômicas em benefício de interesses próprios. O termo é também aplicado a grupos sociais que monopolizam o mercado econômico, político de um lugar, mesmo sendo a democracia o sistema político vigente. Pode ser, por exemplo, quando os militantes de um mesmo partido político ocupam os mais altos cargos do governo. Atualmente são vistos como formas de oligarquia alguns grupos não institucionalizados como por exemplo: partidos políticos, classes sociais, associações e famílias.

  35. Como diria Jaulo Koerto Tequinel, meu primo bocudo e escatológico, “essa guria entende é de camburão cagado.”

  36. “Curitiba tem famílias em situação de risco a exemplo de países da África” e… Deixa eu falar sobre como eu não sou despreparada e estou deputada só por conta de mamãe e papai, tentar esconder que não sei nada sobre coisa alguma, e fazer um palanquinho.

  37. estudei por cinco anos na Suíça, trabalhei na China e realizei projetos humanitários na África.

    Cinco anos na Suíça c mais 2 anos China/Africa…empresaria à cinco anos… essa menina é um “gênio” começou com 11 anos. Gosto de pessoas inteligentes. se vai ter o meu voto??? vamos ver na sequencia.

  38. Nossa deputada,conte-nos mais como Maringá é a Suiça paranaense e não tem nenhum dos problemas citados pela sua “excelente” análise aparentemente realizada sob a ótica de uma janelinha de camburão (é assim que você gosta de entrar na Assembleia, não é mesmo?).

    Ou melhor, conte-nos como o clã Barros conseguiu mudar Maringá, quem sabe possamos melhorar a nossa coitada Curitiba né, moça?

    Curiosa pra ler no seu currículo qual foi o momento que você aprendeu a desrespeitar professor.

    Ansiosa pra rir da sua incapacidade hereditária nos debates ano que vem.

    • Que eu saiba Maringá é a Russia Brasileira!!!! O Não Salvo que o diga KKKKK, mas alguma coisa eu devo admitir, é que Maringá é bem mais estruturada e planejada que Londrina isso é!!!!! Detalhe resido em Londrina.

  39. Ola. Sou do Norte do Parana, vivo a 30 em Ctba, não sou politico, mas acompanho de longe, vejo muitas coisas esquecidadas que aprendemos em nossa infancia e inicio de trabalho.
    Maringá eh terra de gente com foco, vamos ver !!!

  40. Acorda todo dia de manhã para ajudar as pessoas. Sei… Percebemos sua posição dia 29 de abril deputada

  41. É estranho, muito estranho que, com tantos pessoas em situação de risco como as apontadas acima, vivendo nas ruas da cidade de Cascavel o ARCEBISPO, da Igreja Católica de Cascavel, tenha se dado ao trabalho de ir acompanhar palestra da Renovação Carismática Católica que reafirmou o machismo, a misoginia, homofobia, o racismo, a transfobia e a lesbofobia, ou seja, a carolice reacionária dos “papa hóstia”. Alguém aí consegue me dizer em que lugar dos 4 evangelhos, Jesus nos mandou sermos fiscais da genitália alheia e vigiar as partes pudentas das outras pessoas? Jesus mandou colocar cinturão de castidade nas pessoas? Onde? Na Bíblia isso não está escrito. Por que o católicos carismáticos não conseguem ver os moradores de rua de Cascavel e nem cumprir o que Jesus de fato mandou que é acolher o necessitado e o forasteiro(quer mais forasteiro que um morador de rua)? Porque no “meio caminho deles não tem uma pedra”, tem uma genitália. Pior, com essa atitude o arcebismo de Cascavel acaba dando guarida ao discurso fascista da homofobia, da misoginia e machismo do Eduardo Cunha, do Malafaia, do Marcos Feliciano, do Bolsonaro, do pastor Eraldo, do Levy Fidelix. Só que eles, assim a lei sharia não tentam dissimular e nem se preocupar em esconder o fascismo sob o manto da ciência. Desde quando a Santa Igreja Católica passou a seguir o Malafaia e o Eduardo Cunha???

  42. 29 de Abril!
    Eu sei de que lado você está!
    Eu sei o que seus ídolos políticos fizeram, um por um, desde o nosso Bamerindus até a venda da vale que resultou no que resultou….
    Não, deputado do camburão não pode nem se reeleger!

  43. Um assessor escreveu o artigo, aí deram uma voltinha lá no Jardim da Ordem pra ela ver como é!

  44. * Deus livre os paranaenses de tanta mediocridade numa família só.

  45. E uma vergonha! Um verdadeiro escárnio. Maringá e região é um exemplo para o mundo em gestão pública e cuidado com as pessoas (Cuidado Estocolmo, logo Maringá te ultrapassa!). Família “Barros” é um exemplo para o mundo! Essa menina precisa primeiro aprender a arrumar o seu próprio quarto pra depois dar palpite na gestão de uma Capital! … E pensar que é Deputada Estadual … não dá vontade de perder a esperança nesse país??? Se o PP pretende reforçar sua presença na Capital, ótimo … mas tenha bom senso e melhore a qualidade do debate e principalmente do debatedor. “Gente do bem” quer justamente acabar com esse tipo de “político” que se acha liderança só porque tem sobrenome e defende interesse que, claramente, não são do povo.

  46. Deputada que aceitou e contribuiu com a barbárie com os professores do estado, agora candidata a prefeita. Coitados dos professores da rede municipal de Curitiba. Senhor tende piedade de nós!!!!
    29 de abril de 2015:não esqueceremos!

  47. Quer fazer tanto pra educação mas é conivente com a pancadaria em cima dos professores no dia 29 de abril…. #jamaisesqueceremos, meu voto VC nunca terá!!!!

  48. não passa de uma patricinha da direita que entro na politica pelo nepotismo

  49. Pertinente a coluna de Maria Victoria citar Paulo Leminski “Conheço esta cidade como a palma da minha pica”… Será que ela realmente sabe o que isto quer dizer?

  50. Ué, mais ai em Curitiba não é a capital mais civilizada e europeia do Brasil???? a cidade modelo????

  51. Não entendi porque do título. E o que ela entende de miséria e África? Então peça pro seu pai não tirar dinheiro do bolsa família, já ajudaria bastante.

  52. Bonitinha, porém, ordinária!

  53. O dia que essa aí for prefeita o picolé de chuchu de São Paulo vai ser presidente, depois de 29 de Abril você não ganha nem pra sindica aqui em Curitiba, talvez pode ganhar nessas cidades do interior que vocês compram as pessoas com cesta básica.

  54. OIINNN.. papagaiada de sempre, textinho bonito até ein, pena que a realidade é totalmente outra!!

  55. Minha cara Deputada vc nao se elege mais nem pra sindica do seu predio.aproveita e pede pra sair

  56. O bom é que a pessoa vivendo de política patrocina os filhos com padrão de empresário bem sucedido.

  57. Uma bela mulher, só a capa. De resto, o resto é o DNA do papai e da mamãe. Precisa falar mais?

  58. 29 de abril de 2015 …. olha o camburão ai gente.
    experiência profissional, filha de políticos .

  59. Nunca esqueceremos, e enquanto viver vou testemunhar a barbárie que vocês deputados que apoiaram o massacre de Richa contra os servidores. Como diria minha avó:- Papel aceita tudo. E nada do que escreva tem valor diante da sua atitude.

  60. #29deAbrilNãoesqueceremos
    Fora!!!!

  61. kkkkkkkkkkk fala dos milhares da rua de new iorke, das suas zoropa, e de maringá que sua familia suga tudo.

  62. Os professores devem se manter afastados por medo de apanhar.
    Não esqueceremos o 29 de abril.

  63. Ter como “patrocionador” o Sr. Jorge Paulo Lemamn em YALE (Busch pai e Hilary Clinton estudaram nesta escola), do homem mais rico do Brasil, sei não, vejam o caso de Verônica Serra: http://www.diariodocentrodomundo.com.br/e-se-veronica-serra-fosse-filha-de-lula/

  64. Não creio! Parece piada, ver essa “infante” ousar pensar em se candidatar a uma prefeitura tão complexa e importante para o cenário nacional, como é Curitiba. Assusta-me ainda mais, saber que isso pode ser possível, diante da grande decepção que assola a maioria das pessoas…

  65. 29 de Abril de 2015: não esqueceremos!

  66. Eu sou isso, eu sou aquilo, eu fiz, eu aconteci, eu, eu, eu, eu,… ad infinitum! Ninguém merece!

  67. 29 de abril, nunca esqueceremos! E, por favor, nunca peça o meu voto.

  68. 29 de abril de 2015: não esqueceremos!

  69. É casada? Se não for, tô na fila.

  70. KKKK Adorei esta parte do texto kkkkk
    “Meu grande objetivo (…)é, acima de tudo, atrair gente do bem para atuar na política, pessoas que assim como eu, desejam fazer a diferença.”
    Deputada do Camburão deve conhecer muita gente do bem…E escolta que você pediu para poder sair da Assembléia?

    • Pior foi essa: “Aos 6 anos de idade estava no palanque, pedindo votos para os candidatos Ricardo Barros, Jaime Lerner e Fernando Henrique Cardoso; que alegria perceber que comecei lutando por meus maiores ídolos da política Brasileira”. Belos ídolos não? Jaime Lerner e FHC ídolos? kkk. boa, seu marqueteiro se superou nesse texto encomendado.

    • Apoiado kkkkk

  71. Prefeita?!?! Coitados dos professores do município de Curitiba!!!

  72. 29 de abril! Não esqueceremos!

  73. O PP é da base do governo Beto Richa ??

  74. Ah Tá !
    Maringá não tem?
    Fala sério Deputada “Victória” !!!