Coluna do Alvaro Dias: As manifestações e a exigência de mudanças da sociedade brasileira

alvaro19Alvaro Dias*

Download

É impossível não reconhecer a importância da manifestação popular que tomou conta das ruas do Brasil no último domingo. Tentar minimizar o impacto desse ato popular histórico é afrontar a realidade e o bom senso.

Não é importante avaliar a quantidade dos que foram às ruas; o essencial é que o Brasil e seu povo estão caminhando para a mudança irreversível.

A manifestação de domingo apresentou foco com nitidez: combate à corrupção e apoio à operação Lava Jato. E a aspiração maior da sociedade continua sendo a palavra mudança. É triste verificar o cenário de desencanto que campeia entre os brasileiros, mas, de outro lado, é vivificante perceber que há uma nova nação surgindo: a nação dos brasileiros que protestam, que fazem explodir a sua indignação, escrevendo nas ruas do País o seu apelo por um futuro melhor.

E essa foi uma manifestação que teve apenas um proprietário: o povo brasileiro. Nenhuma sigla, nenhuma associação, nenhum partido político. Somente o cidadão brasileiro indignado foi proprietário desse espetáculo cívico apresentado ao mundo nas ruas brasileiras.

Nós estamos vivendo um momento de impasse, mas o que está nítido no desejo do povo é a pressa em mudar. Há uma ansiedade que se justifica. A população gostaria de antecipar o processo de mudança bem antes do processo eleitoral de 2018, porque não suporta mais a corrupção, a incompetência e o desgoverno.

O modelo promíscuo do balcão de negócios realmente se esgotou, faliu, não há como sobreviver. Cooptaram partidos, políticos, empresários, sindicalistas, associações, entidades! Cooptaram de forma permissiva e, em nome de um projeto de poder de longo prazo. A corrupção se instalou e alcançou todas as esferas da administração direta e indireta da República.

Nós poderíamos propor, em respeito à aspiração do povo brasileiro, uma renúncia coletiva. O povo brasileiro certamente desejaria ver o País mudando de forma absoluta e radical. Eu não tenho a ousadia para fazer essa proposta, porque poderiam interpretá-la como um ato demagógico. Mas eu confesso que, pelo que vi no domingo, sinto que se o povo brasileiro pudesse faria exatamente isso, para começar tudo de novo. O povo desse País deseja construir uma nova Nação.

*Alvaro Dias é senador pelo PSDB e líder da Oposição no Senado Federal. Ele escreve nas quartas-feiras para o Blog do Esmael sobre “Ética na Política”.

Comentários encerrados.