Parcial da enquete: 64% votaram pela continuidade da greve na educação