Por Esmael Morais

Ministério Público confirma farra com cargos comissionados na Sanepar

Publicado em 22/04/2015

sanepar_teta_comissionadoPara o leitor do Blog do Esmael a farra com cargos comissionados na Sanepar (Companhia de Saneamento do Paraná) não é nenhuma novidade. Em agosto de 2011, registrou que o governador Beto Richa (PSDB) criara 30 tetas para aliados políticos. E que tetas… Algumas rendendo mais de R$ 22 mil ao mês como “consultor estratégico” na empresa.

Em outubro de 2011, menos de um ano depois de empossado, Richa concedeu reajustes nas gratificações dos funcionários comissionados que representam aumentos entre 63% e 128% (relembre clicando aqui).

Mas “o melhor estava por vir”, bradava Richa. No entanto, ele omitiu que a situação melhoria somente para os comissionados — os cargos de confiança sem necessidade de concurso público. No início desta segunda gestão, num passe de mágica, as 30 tetas se transformaram em 44.

Entre os aliados políticos de Beto Richa que estão mamando na Sanepar estão ex-vereadores, ex-deputados, ex-prefeitos, esposa de secretário de Estado e dirigentes do PSDB.

A farra dos comissionados, segundo o Ministério Público do Paraná (MP) não se restringe à Sanepar. As tetas gordas também são generosas para 40 funcionários da Cohapar (Companhia de Habitação do Paraná), considerados amigos do “rei”.

Some-se à orgia com cargos comissionados, na Sanepar tem ainda o aumento do lucro dos sócios privados da empresa de água e esgoto; a oferta de ações como garantia de obrigações contratuais em Parcerias Público-Privadas; carros de luxo para a diretoria; até a Federação das Indústrias do Paraná (FIEP) viu “treta” na Sanepar.

Nesta quarta-feira (22), o repórter Chico Marés, da Gazeta do Povo, informa que o MP acatou “recomendação” de uma representação apresentada pelo Sindicato dos Engenheiros do Paraná (Senge-PR) apontando “irregularidade” na farra dos comissionados nos dois órgãos (Sanepar e Cohapar).