Diferente das promessas de Richa, Colégio em São João do Triunfo funciona sem condições físicas

sjt.jpgOs estudantes e professores do Colégio Estadual Vila Palmira, em São João do Triunfo, convivem com dificuldades extremas no seu cotidiano escolar. Fundado em 2010, o estabelecimento foi construído em madeira e não possui as mínimas condições de funcionamento. Sem auditório, biblioteca ou quadra esportiva, o prédio tem salas apertadas com goteiras e piso afundando.

Em agosto de 2013, o então secretário de Educação, Flávio Arns (PSDB), visitou o colégio e se comprometeu com a construção de um novo prédio. Os professores e estudantes guardam as fotos da visita e têm esperança de que a promessa seja atendida, mas o tempo vai passando e a promessa…

Nas fotos enviadas ao Blog do Esmael há registro de como ficou o colégio durante uma chuva de verão em dezembro do ano passado. Restou a criatividade dos alunos fazendo barquinhos de papel contrastando com a decepção por tais condições.

Já na Escola Lúcia Bastos, em Curitiba, que sofre com a falta de carteiras para os alunos sentarem durante as aulas, o problema foi resolvido, pelo menos em parte. Mas a solução não veio do governo. A escola recebeu uma doação de carteiras usadas. Veja a foto:

photo.php

Comentários encerrados.