Oposição vai à  Justiça contra ‘tratoraço’ na Assembleia Legislativa do PR

ocupacaoOs deputados da bancada de oposição, na Assembleia Legislativa do Paraná, vão à  Justiça na manhã desta quarta-feira (11) contra a instalação da comissão geral (tratoraço), aprovada ontem por 34 votos a 19, que permite votação de projetos polêmicos — como a extinção do fundo previdenciário de R$ 8 bilhões — sem maiores discussões e a transferência dessa poupança dos funcionários públicos para o governo Beto Richa (PSDB).

Os oposicionistas, amparados em uma questão de ordem levantada pelo deputado Nereu Moura (PMDB), ingressarão com um Mandado de Segurança pedindo a suspensão da sessão de ontem. “A comissão geral pode discutir, discutir e discutir, mas não tem poder de votar projetos como esse que extingue o fundo previdenciário”, argumentou o deputado Requião Filho (PMDB).

A Assembleia está ocupada desde o final da tarde de ontem (10) pelos servidores em greve. O movimento liderado pelos educadores e outras categorias do funcionalismo ao tomar a “Casa do Povo”, constituiu-se numa aula de cidadania. Trata-se de uma resposta justa e necessária ao roubo que estava sendo perpetrando contra os 200 mil servidores públicos do estado, inclusive contra policiais militares, juízes e promotores de Justiça. Por isso, todo apoio do Blog do Esmael à  greve geral!

Que os estudantes e outras categorias de trabalhadores se mobilizem e se dirijam ao Centro Cívico, em Curitiba, para reforçar esta mobilização cidadã em defesa do Paraná!

Comentários encerrados.