Richa dá novo calote em professores para garantir salário de comissionados

richa_comissionados_calote_professor.jpgNa calada da noite, o governo Beto Richa (PSDB) rebaixou o nível dos educadores paranaenses para garantir caixa para garantir o pagamento de salários dos servidores com cargo de comissão (sem concurso).

Denúncias vindas de todo o estado apontam que os dados cadastrais de professores e pedagogos da rede pública foram alterados no sistema, nesta semana, o que os impede de subir de nível no mês de outubro de 2014 e, consequentemente, receber um “upgrade” no salário.

A título de informação, os profissionais que ingressaram na formação continuada do PDE (Programa de Desenvolvimento Educacional) em 2009, com 40 horas, deixarão de receber, cada um, cerca de mil reais no salário. Estima-se que Richa entesourará de forma ilegal R$ 7,2 milhões com o rebaixamento só desse nível.

As demais progressões são de nível II, que também foram rebaixadas pelo governo do estado. Tudo para garantir no Natal o peru e o Papai Noel gordos para os servidores em cargo de confiança (de livre nomeação do governador, sem concurso).

A estratégia do apagão! no sistema seria para dar calote no pagamento retroativo aos mestres?

A seguir, publico e-mail recebido de professor cascavelense sobre o assunto; omito o nome dele para preservá-lo de possíveis retaliações:

“Olá Esmael, acompanho sempre seu blog e gosto da forma que você nos manda notícias. Poucos fazem de forma clara como você.

“Entretanto gostaria de lhe perguntar: você soube que os dados cadastrais dos professores foram alterados? Pelo que sei isto é crime, pois até a semana passada meu nível de carreira era 82, hoje todos os professores da última progressão foram rebaixados para 79 na carreira. Isto implica em R$ 1000,00 a menos no pagamento nos cargos de 40 horas de cada profissional.

Tem alguma informação sobre isso?”

********

Além do setor produtivo, com elevação do ICMS, Beto Richa também escolheu a educação para arcar com a péssima gestão administrativa em curso. O tucano não tem vacilado na hora de fechar escolas, juntar turmas (superlotação nas salas), cortar recursos das universidades, eliminar postos de trabalho, etc.

Com essa ginástica, o governador luta para garantir os salários de dezembro e o 13!º salário. à€ exceção dos professores, os demais servidores públicos já tiveram o terço de férias parcelado em três vezes.

O cobertor é curto, caro leitor, mas Richa sempre puxa para o lado dos comissionados. Podes crer.

Comentários encerrados.