Por Esmael Morais

Dilma classifica Veja de “terrorista” e “criminosa”; assista ao vídeo

Publicado em 24/10/2014

dilma_veja_terrorismo.jpg

A presidenta Dilma Rousseff (PT) usou o horário eleitoral na tarde desta sexta-feria (24) para denunciar ação criminosa da revista Veja que, à s vésperas da eleição, tentou envolvê-la e o ex-presidente Lula em malfeitos na Petrobras.

Dilma disse que defende a liberdade de imprensa, dá respaldo à s investigações, mas prometeu não deixar impune o crime da revista que chegou a antecipar a edição para tentar influenciar no resultado das urnas.

A candidata do PT considerou um ataque á democracia e à  ética jornalística.

Assista ao vídeo:

Na edição desta semana, Veja beatifica sem-cerimônia o doleiro Alberto Youssef, preso sob a acusação de lavar R$ 10 bilhões, para atacar a adversária petista. A revista da Editora Abril assumiu a campanha de Aécio Neves (PSDB).

O advogado Antonio Figueiredo Basto, que representa o doleiro preso na Operação Lava Jato, nega a autenticidade da entrevista de seu cliente à  Veja:

Eu nunca ouvi nada que confirmasse isso (que Lula e Dilma sabiam do esquema de corrupção na Petrobras). Não conheço esse depoimento, não conheço o teor dele. Estou surpreso!, declarou Basto.

Conversei com todos da minha equipe e nenhum fala isso. Estamos perplexos e desconhecemos o que está acontecendo. à‰ preciso ter cuidado porque está havendo muita especulação!, alertou o advogado.