Aécio Neves mira Marina Silva: “Sonhar, todo mundo sonha”

do Brasil 247

No programa eleitoral de rádio desta quinta-feira, candidato do PSDB comemora crescimento de 4 pontos no Ibope e volta a provocar Marina Silva (PSB) e seus aliados, os "sonháticos"; "Sonhar todo mundo sonha. Agora eu quero ver transformar o sonho em realidade", alfinetou Aécio Neves; na avaliação de Tereza Cruvinel, em seu blog no 247, avanço se deve ao fato de eleitores anti-petistas terem refluído para Aécio depois da exposição de contradições de Marina; "Logo, o tucano está recuperando parte do que perdeu para Marina, justamente quando ela foi confrontada fortemente por Dilma", escreve a jornalista; leia a íntegra.

No programa eleitoral de rádio desta quinta-feira, candidato do PSDB comemora crescimento de 4 pontos no Ibope e volta a provocar Marina Silva (PSB) e seus aliados, os “sonháticos”; “Sonhar todo mundo sonha. Agora eu quero ver transformar o sonho em realidade”, alfinetou Aécio Neves; na avaliação de Tereza Cruvinel, em seu blog no 247, avanço se deve ao fato de eleitores anti-petistas terem refluído para Aécio depois da exposição de contradições de Marina; “Logo, o tucano está recuperando parte do que perdeu para Marina, justamente quando ela foi confrontada fortemente por Dilma”, escreve a jornalista; leia a íntegra.

Comemorando o crescimento de quatro pontos de acordo com a última pesquisa Ibope, o candidato do PSDB à  Presidência da República, Aécio Neves, voltou a atacar a adversária do PSB, Marina Silva, e seus aliados, os “sonháticos”, em seu programa eleitoral de rádio na manhã desta quinta-feira 18. “Sonhar todo mundo sonha. Agora eu quero ver transformar o sonho em realidade”, afirmou Aécio.

Em nova referência a Marina, Aécio Neves diz que um candidato não deve ser julgado “apenas por aquilo que promete”, mas “principalmente por aquilo que fez”. “Até porque, se promessa resolvesse alguma coisa, o Brasil estava bem melhor”, afirmou o tucano. Um locutor diz na peça que Aécio é “quem pode enfrentar a Dilma de frente no segundo turno”.

O crescimento do presidenciável !“ que se mantinha em 15% das intenções de voto !“ na última pesquisa Ibope deu fôlego à  campanha do PSDB. Conforme avalia Tereza Cruvinel, em seu blog no 247, “o que explica seu crescimento é o refluxo de eleitores anti-petistas que o haviam abandonado no auge da onda pró-Marina”. A jornalista acrescenta: “logo, o tucano está recuperando parte do que perdeu para Marina, justamente quando ela foi confrontada fortemente por Dilma, e um pouco menos, por ele mesmo, em algumas de suas posições”.

Nesta quarta-feira 17, segundo reportagem da Folha de S. Paulo, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, principal cabo eleitoral de Aécio, disse acreditar que os ataques do candidato deveriam mirar a presidente Dilma Rousseff, do PT, e não Marina. “O chumbo grosso deve se concentrar no PT e, portanto, na Dilma”, disse ele, embora tenha declarado considerar “natural” as críticas a Marina. A estratégia de Aécio, no entanto, visam diminuir o movimento do “voto útil” à  candidata do PSB.

Leia a íntegra do texto de Tereza Cruvinel em seu blog no 247.

Comentários encerrados.