“Vargas não pode pegar carona em avião, mas a velha mídia pode?”

Em menos de 24 horas, jornal curitibano Gazeta do Povo descumpre código de postura divulgada por ele próprio em nome da imparcialidade!; repórter pegou carona no avião do presidenciável tucano Aécio Neves, que repetiu na entrevista a cantilena de Richa de que o Paraná tem sido descriminado pelo governo federal; se a Gazetona, da velha mídia, pode pegar carona em aviões de políticos por que André Vargas não pode?!, questionou um indignado petista.

Em menos de 24 horas, jornal curitibano Gazeta do Povo descumpre código de postura divulgada por ele próprio em nome da imparcialidade!; repórter pegou carona no avião do presidenciável tucano Aécio Neves, que repetiu na entrevista a cantilena de Richa de que o Paraná tem sido descriminado pelo governo federal; se a Gazetona, da velha mídia, pode pegar carona em aviões de políticos por que André Vargas não pode?!, questionou um indignado petista.

Na edição desta segunda-feira (4), a Gazeta do Povo dedicou uma página para exibir entrevista exclusiva com o candidato do PSDB à  presidência, Aécio Neves.

Para conseguir a entrevista, a Gazeta se utilizou de um expediente que ela própria sempre condenou.

O repórter pegou uma carona no avião de Aécio Neves, como confirma o próprio jornal (clique aqui).

A atitude contraria ainda as regras de cobertura jornalística da eleição divulgadas pela própria Gazeta prometendo imparcialidade.

“Viagens para cobertura jornalística serão custeadas pelo próprio jornal e não serão aceitos convites de candidatos para eventual acompanhamento de eventos eleitorais”, diz o item “10” da normal infringida pela Gazeta (clique aqui).

O presidenciável tucano dedica a entrevista a reforçar a tese do governador Beto Richa (PSDB) de que o Paraná tem sido descriminado pelo governo federal.

26 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Os cretinos estão por toda a parte para defender seus interesses, inclusive os blogueiros.
    Anule o voto.

  2. Nesta passeata dos dois (?) além da “Gazetóla do Povo” só falou a Revista ÓIA dar trela para estes patéticos. Aff…

  3. Cinismo e a hipocrisia de sempre.

  4. Carlos Alberto, o breve, também deve explicações de uma quase queda em S. Paulo, creio que num helicóptero, logo no início de seu “pujante” governo em choque de gestão…. Ele fugiu do assunto ao ser questionado sobre quem ou de quem era o aparelho….

    É só pesquisar

    Essas aves bicudas entendem de voos!

  5. Jornalista nao foi eleito por ninguem, motivo pelo qual pode pegar carona com quem quizer…..ja o ” nobre” deputado é representante do povo e lhe deve satisfaçao.

  6. Analfabeto funcional ou míope só lê mesmo a chamada da matéria e já dana comentar merda. O jornal já disse que vai doar o custo correspondente a uma passagem Curitiba-Porto Alegre para uma instituição, ô gente besta…

    • O André Vargas disse que também vai doar o valor da viagem no avião do Yousseff para o Cototengo. Fica tudo certo!

  7. quem é josé odenir, algum candidato? hahahahahaha vai trabalhar, zé preguiça!

  8. Gazeta do Povo, também não passa de um jornaléco.

  9. Jornaleco sem credibilidade!

  10. MALDITA É A CORRUPÇÃO QUE NÃO ME ATINGE.

  11. …,POR QUE QUEM TEM JUIZO SABE,PSDB/DEM/PPS,JUDICIÁRIO…,É TUDO FARINHA DO MESMO SACO…,QUE INVEJA DO JUDICIÁRIO DA FRANÇA…,REFORMA DO JUDICIÁRIO,JÁ…,ACORDA BRASIL!!!

  12. O que uma coisa tem a ver com a outra?

  13. Nenhum desses caras vai para o céu. Tinha razão o Millor, ao afirmar que, no meio dessa corrupção, há 2% que se acham, indevidamente, honestos à toda prova. Para Millor, esses 2% se consideram “honestos” por um motivo muito simples: não tiveram oportunidade de participar da mamata…

  14. Pior que ser corrupto, é ser corrupto burro!!! Isso ocorre muito com quem vai com muita sede ao pote, não tenha tutano e nem paciência para fazer a coisa com menos risco. E há casos em que o sujeito se acha acima do bem e do mar, deixa as precauções de lado e, agindo de nariz empinado, com o rei na barriga, mete os pés pelas mãos.

  15. Vc se perdeu no caminho Esmael, ser de esquerda já é um desvio de conduta, pois todos sabemos que ser de esquerda é a forma mais indigna e cretina de manipular o povo, mas defender a sociedade do corrupto deputado petista com o doleiro bilionário que desvia dinheiro público desde que Lula assumiu em 2002 já é demais !

    • Isso mesmo Carlos Bird. O que eu vejo é pessoas que querem ser contra quem esta no poder, mas se perdem e começam a falar besteira. Por isso políticos deita e rolam….

  16. Não pode pegar carona com doleiro… Com roleiro, pode!

  17. que coisa mais irônica. o Esmael falando da falta de imparcialidade da Gazeta!!! E pra responder sua pergunta. o Vargas pegou carona num jatinho de um Criminoso e preso. Essa é a diferença. E não estou defendendo a Gazeta por que é um LIXO de Jornal. Colunistas idiotas e membros de facções. São contra o Requião da mesma forma que o Campana é, isso porque o Requião CORTOU a Grana pra eles.

    • E o Álvaro Dias que também andou no avião do Youssef, ninguém fala nada? Pior que esta história de andar de avião é o Alckmin em São Paulo que voltou a afirmar que “não há racionamento de água”. Então a Sabesp é uma porcaria de empresa pois várias regiões ficam sem água em determinados períodos do dia por iincompetência desta Sanepar paulista.

    • Essa mesma corana também foi utiliza por um político do PSDB, Anti Pt, faça uma simples pesquisa no google que você vai descobrir que é um político importante aqui da capital, em relação as bobagens que você escreveu: pegar carona em jatinho de doleiro corrupto é um mal menor do que gastar quase R$14 MILHÕES dos recursos públicos num aeroporto na fazendo do titio! Entretanto, se nosso país fosse sério, os dois estariam atrás das grades. Perdão os três – não se esqueça da pesquisa!

      • Tadeu,
        o político importante que você se referiu, não é aqui da capital, é pé vermelho. Um hipócrita que gosta de acusar os seus adversários de corrupção. Entretanto, será submetido a uma condenação judicial em um processo na Vara de Família do Paraná, num processo, movido por sua filha menor de idade? (o processo levou o dito cuja a admitir a propriedade de cinco mansões em seu nome, no valor de R$ 16 milhões. À Justiça Eleitoral, o parlamentar declarou patrimônio de apenas R$ 1,9 milhão).