Coluna do Ricardo Mac Donald: Um passo a mais na guerra contra os postes clandestinos

Ricardo Mac Donald, em sua coluna desta sexta, declara vitória sobre as operadoras de telefonia e TV a cabo na primeira fase da guerra da Prefeitura de Curitiba pela limpeza de fios e recolhimento dos postes clandestinos; ... a partir de 20 de agosto deste ano, serão enterradas as redes de energia e de telefonia na Rua Comendador Araújo, mudando a paisagem daquela via e garantindo mais segurança à  população!, anunciou o capitão do time do prefeito Gustavo Fruet (PDT); Mac Donald adianta que haverá a segunda fase da limpeza na capital; leia o texto e compartilhe.

Ricardo Mac Donald, em sua coluna desta sexta, declara vitória sobre as operadoras de telefonia e TV a cabo na primeira fase da guerra da Prefeitura de Curitiba pela limpeza de fios e recolhimento dos postes clandestinos; … a partir de 20 de agosto deste ano, serão enterradas as redes de energia e de telefonia na Rua Comendador Araújo, mudando a paisagem daquela via e garantindo mais segurança à  população!, anunciou o capitão do time do prefeito Gustavo Fruet (PDT); Mac Donald adianta que haverá a segunda fase da limpeza na capital; leia o texto e compartilhe.

Ricardo Mac Donald*

Na questão dos cabos, fios e postes clandestinos em Curitiba, conseguimos alguns avanços importantes, depois de um ano de trabalho e pressão intensa da Copel e da Prefeitura para que as leis municipais e os contratos fossem respeitados pelas operadoras.

Desde maio de 2013, foram feitos ajustes de conduta, notificações, e aplicadas multas que chegam a 1,5 milhões de reais, além de expedido Decreto que determina o perdimento de materiais por abandono, com o objetivo de forçar as operadoras de telefonia e TV a cabo a se adequarem à s normas do Município.

Foi necessário também montar uma força-tarefa com a Copel e o Departamento de Iluminação Pública para que fizessem a limpeza de fios e cabos e recolhessem os postes clandestinos. Foi assim, por exemplo, com a Av. Visconde de Guarapuava, a Alameda Carlos de Carvalho, a Av. Batel e outras vias do anel central.

Com a montagem da operação de retirada de 40 postes na Comendador Araújo, finalmente as empresas entenderam que a Prefeitura não iria parar e que os prejuízos delas não se resumiriam a multas e notificações.

Assim, pela primeira vez em Curitiba, três operadoras fizeram um acordo entre si para dividir os custos do cabeamento subterrâneo compartilhado. Com isso, a partir de 20 de agosto deste ano, serão enterradas as redes de energia e de telefonia na Comendador Araújo, mudando a paisagem daquela via e garantindo mais segurança à  população.

Paralelamente, seis das vinte operadoras já se manifestaram oficialmente à  Prefeitura, concordando em disponibilizar suas equipes para ajudar na limpeza da cidade !“ num trabalho conjunto com a força-tarefa Copel-Prefeitura.

Vamos dar continuidade a esse trabalho, até que todas as operadoras de telefonia e TV a cabo se enquadrem à s regras, respeitem os contratos que assinaram e cumpram as normas técnicas, o que até hoje não fizeram, como atestam o CREA, a Prefeitura e a Copel.

*Ricardo Mac Donald Ghisi é advogado, secretário Municipal de Governo de Curitiba. Escreve à s sextas no Blog do Esmael.

3 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. ótima iniciativa. Espero que consigam aterrar a fiação de outras vias importantes como a Visconde de Guarapuava e retirar o excesso de fios de todas as vias que sofrem com esse mal. Isso fortalece a infraestrutura da cidade e despolui visualmente a paisagem.

  2. Caros, uma pergunta que talvez tenha explicação. Por que as torres da Av. das Torres foram substituída por outras no lugar de ter se usado o cabeamento subterrâneo. Imagino que seja coisa do projeto do Ducci, mas é que parece tão maluco fazer uma obra decorativa como o Estaiado no meio daquelas torres todas.

  3. O capitão-mor do team Fruet, melhor secretário de Governo deste lado do atlântico, agora General do Exército de Curitiba na guerra contra os postes…

    Mais uma vitória que vem para quem trabalha, neste caso para quem luta.

    Gustavo e você, tudo a vê!