Incêndio destrói sede da UPES em Curitiba

Um incêndio na manhã de hoje destruiu a sede da União Paranaense dos Estudantes Secundaristas (UPES) no bairro Juvevê, em Curitiba. O terreno que pertence à  entidade estudantil há décadas já teve outras construções sempre mantidas com dificuldades pela falta de recursos por parte dos estudantes. A casa queimada hoje foi construída com doações dos movimentos sociais e do meio político em 2009 e inaugurada pelo então vice-governador Orlando Pessuti (PMDB).

Um incêndio na manhã de hoje destruiu a sede da União Paranaense dos Estudantes Secundaristas (UPES) no bairro Juvevê, em Curitiba. O terreno que pertence à  entidade estudantil há décadas já teve outras construções sempre mantidas com dificuldades pela falta de recursos por parte dos estudantes. A casa queimada hoje foi construída com doações dos movimentos sociais e do meio político em 2009 e inaugurada pelo então vice-governador Orlando Pessuti (PMDB).

Um incêndio na manhã desta quinta-feira (29) destruiu a sede da União Paranaense dos Estudantes Secundaristas (UPES), no bairro Juvevê, em Curitiba. De acordo com moradores da região, a casinha de madeira não estava sendo ocupada pelos estudantes há alguns meses. Desde então moradores de rua e usuários de drogas estavam se utilizando do espaço.

O terreno que pertence à  entidade estudantil há décadas já teve outras construções sempre mantidas com dificuldades pela falta de recursos por parte dos estudantes. A casa queimada hoje foi construída com doações dos movimentos sociais e do meio político em 2009 e inaugurada pelo então vice-governador Orlando Pessuti (PMDB).

Pelo Facebook, a presidenta da entidade, Camila Lanes, lamentou o ocorrido. Hoje fui acordada com uma triste notícia, a sede da UPES pegou fogo. No momento que li, meu pensamento paralisou e senti o real sentido da expressão ‘coração quebrado’. Foi nessa “casinha azul” (como era chamada) que além da minha militância, muitas começaram.!

A União Paranaense dos Estudantes Secundaristas com toda a sua militância está na luta para reerguer nossa sede, por muitos anos ali foi um local de luta e resistência, agora está na hora de prestarmos homenagem a todos(as) os(as) estudantes e pessoas que há vários anos vêm contribuindo com a nossa luta.! Completou

As causas do incêndio ainda serão apuradas pela polícia.

Com informações da Rádio Banda B.

10 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Pingback: Upes organiza feijoada da “volta pra casa” para reconstruir sede | Esmael Morais

  2. O CEDEA se solidariza com os estudantes secundaristas, particularmente com a presidenta Camila Lanes, combativa liderança juvenil do nosso Estado!Nossa entidade, que conta na sua coordenação e colaboradores com militantes que atuaram no movimento estudantil paranaense, entre eles o ex-presidente da UPES, hoje professor do IFPR, Paulo Cesar Medeiros, estará ao lado desses valorosos jovens na reconstrução da sua sede! Recomendamos calma e paciência nesse momento difícil e confiança que tudo em breve se resolverá! Acreditamos que a parcela democrática e progressista da sociedade paranaense certamente somará forças ao lado de vocês na reconstrução da sede. Também entendemos que a educação paranaense vive um momento complicado devido ao descaso e falta de compromisso da gestão tucana com um ensino público de qualidade e de conteúdo emancipador e nesse contexto, a exemplo da valorosa participação da UPES no movimento grevista dos professores, o papel de vocês continua, como sempre, essencial!

  3. Movimento estudantil só existiu até o final dos anos 60 início dos anos 70, depois só foi braço político de partidos de esquerda. Uma pena o acontecido no imóvel, mas já que estava abandonado e sem uso pelos estudantes, os mesmos deveriam era devolver aos seus proprietários ou deixar sob a guarda das pessoas que na época ajudaram a reergue-lo. Só não poderiam é deixar isso acontecer. Desculpem a grosseria, mas movimento estudantil nos dias atuais, só servem com massa de manobra de pessoas “espertas”. O resto é papo de gente sem noção que pensa que hoje ainda existe movimento estudantil politicamente consciente do seu fundamental papel na sociedade. E já fiz parte de um grêmio estudantil e na época em que os milicos sabiam até a cor da zorba que se usava. Portanto hoje não é movimento estudantil e sim um monte de gente servindo de massa de manobra.

  4. A única obra realizada pelo Pessuti é queimada hoje.Virou fumaça,tal a insignificância da obra.Lamentá-se pelos estudantes,

  5. Pena o acontecido. Em 2010 uma construtora curitibana alegando ser proprietária colocou abaixo a antiga casa.Os amigos do Pessuti reergueram no mesmo lugar nova casa até porque tinha um processo na Justiça discutindo sobre quem tem a propriedade. E agora? Acredito que o pessoal da UPES “dormiu no ponto”…..E o casarão da UNE também vai na mesma linha. Lá o Fruet pegou” para a Prefeitura o que historicamente é dos estudantes.

  6. Conversa estranha da presidente da UPES, a
    Sra. Camila.
    Se a entidade não utilizava a casa, então
    ela era desnecessária e por isso mesmo, inútil.
    Uma vez fechada, acabou invadida por moradores
    de rua.
    A dúvida é: foram os M. R. que involuntária ou
    propositalmente incendiaram a casa, ou o incêndio
    foi um jeito “informal” de reaver o terreno?
    Essa investigação deve ter pelo menos essas duas
    linhas.
    Outro detalhe: “construída com doações dos movimentos sociais e do meio político”, é uma
    forma vaga de se referir às origens dos recursos
    para a construção da casa, e também um eufemismo
    que pode significar dinheiro público.
    Nostalgias da presidente à parte, só faço uma
    recomendação: por favor não passem o pires de novo.

    • Tonico: vc ao entrar na problemática desses jovens adolescentes,
      com todo respeito,
      me lembrou (e ai a inevitável comparação)
      um chefe de lobinhos e escoteiros,
      quando esses seres são definidos como idiotas vestidos de criança.
      De um cara tão inteligente e maduro como vc
      não se espera um comentário malicioso e desnecessário
      sobre um problema que é de jovens adolescentes!
      Vai para o ringue da boa luta política com os adultos, com os “galo véio” que nem nós!
      Tá parecendo esse bando de comissinado
      que tem o dia inteiro pra ficar trolando em rede social, meu!

      • Concordo com vc atucanando, só que tem um outro problema: faz anos que aquele terreno é cobiçado por outros interesses, pela turma do capital imobiliário visto o grande valor de mercado. Uns 20 anos atrás, quando outro grupo político dirigia a UPES (jovens ligados ao então nascente PSDB e ao deputado Rubens Bueno que havia sido secretário de Estado) um dos diretores que quase diariamente escreve na coluna de leitores da Gazeta, chegou a vender o imóvel. Depois que a turma da UJS conquistou a direção política da entidade (finalzinho dos anos 80, início dos 90), sofreram e sofrem todo tipo de pressão do mercado imobiliário para “entregar” o terreno.Nunca cederam. Obviamente pelos dirigentes se tratarem de crianças, adolescentes, jovens,não pode-se esperar um nível de organização de entidades dirigidas por adultos (mesmo algumas dirigidas por adultos são uma zona…) e as vezes acontece de alguns períodos o imóvel ficar sem atividades. No entanto, sempre acontece (ou acontecia) por lá reuniões, solenidades etc…Não fica permanentemente ocupada porque a UPES não é uma entidade subvencionada com recursos governamentais ou coisa parecida (embora haja um senhorzinho que cuidava da sede). A quebra do monopólio das carteirinhas estudantis foi um golpe no caixa financeiro das entidades estudantis, então fica complicado organizações como a UPES se manterem. Mesmo com todas as dificuldades nunca fugiram da luta e nem da organização de grêmios e entidades estudantis municipais! Força meninada!

  7. CAMBADA DE MOLEQUES INCOMPETENTES QUE NÃO CONSEGUEM NEM CUIDAR DA PRÓPRIA SEDE QUE GANHARAM DE MÃO BEIJADA DO ESTADO.

    E AINDA DEIXARAM QUE DROGADOS OCUPASSEM O ESPAÇO.