Coordenador de Richa jura desconhecer “plano diabólico” contra prefeita de Campo Mourão

Compartilhe agora!

Ex-presidente do Instituto das àguas do Paraná, Márcio Nunes, coordenador da campanha pela reeleição de Richa na região Noroeste, em nota, jura que não participa de "plano diabólico" orquestrado pelo Palácio Iguaçu, como denunciou a prefeita de Campo Mourão, Regina Dubay, visando derrubá-la do cargo; tucano promete levar a prefeita à  Justiça por usar indevidamente! seu nome; leia a nota.
Ex-presidente do Instituto das àguas do Paraná, Márcio Nunes, coordenador da campanha pela reeleição de Richa na região Noroeste, em nota, jura que não participa de “plano diabólico” orquestrado pelo Palácio Iguaçu, como denunciou a prefeita de Campo Mourão, Regina Dubay, visando derrubá-la do cargo; tucano promete levar a prefeita à  Justiça por usar indevidamente! seu nome; leia a nota.
O coordenador da campanha do governador Beto Richa (PSDB) na região Noroeste, Márcio Nunes, pré-candidato a deputado estadual pelo PSDB, em nota de esclarecimento ao Blog do Esmael, nesta terça (6), rebate acusação feita pela prefeita de Campo Mourão, Regina Dubay (PR), de que ele estaria por trás de uma “armação política” para derrubá-la do cargo.

“… não tenho qualquer envolvimento com os fatos narrados na referida matéria…”, jurou o ex-presidente do Instituto das àguas do Paraná (IPAGUAS), que ainda afirmou desconhecer a existência de qualquer plano diabólico orquestrado pelo Palácio Iguaçu!. Márcio Nunes promete processar a prefeita, que, segundo ele, utilizou indevidamente seu nome.

Leia a íntegra da nota de esclarecimento de Márcio Nunes:

Caro jornalista Esmael Morais – Blog do Esmael

Com referência à  nota publicada nesse conceituado Blog, na data de 05 de maio 2014, sob o Título Justiça determina megacensura a 13 órgãos de imprensa e ao Google em cidade do Paraná!, na qual foi mencionado o meu nome como sendo coparticipante de uma suposta armação política! contra a prefeita da cidade de Campo Mourão, cumpre-me esclarecer, a bem da verdade, que não tenho qualquer envolvimento com os fatos narrados na referida matéria, aliás, somente tomei conhecimento do caso através dos órgãos de imprensa que veicularam a notícia.

Desconheço também, com relação e esse caso, a existência de qualquer plano diabólico orquestrado pelo Palácio Iguaçú!, conforme citado na referida matéria.

Assim, para restabelecer a verdade, encareço a publicação desta nota de esclarecimento, sem prejuízo da tomada das medidas judiciais cabíveis, em face daqueles que estiverem indevidamente utilizando o meu nome ou atribuindo à  minha pessoa fatos inverídicos, apenas com o intuito de denegrir a minha imagem.

Atenciosamente,

MARCIO NUNES
Ex-Presidente do Instituto das àguas do Paraná

Compartilhe agora!

Comments are closed.