17 de julho de 2015
por Esmael Morais
8 Comentários

Beto Richa aumenta tarifa da água, mas Sanepar piora serviços e planeja poluir mais os rios do Paraná

sanepar

Mesmo com um aumento na tarifa de água de 8% programado para setembro, e mais os reajustes de 6,5% (maio) e 6% (junho) já aplicados somente este ano, a Sanepar (Companhia de Saneamento do Paraná) continua apresentando problemas ambientais na sua operação.

Desta vez, uma denúncia levantada por um ambientalista de Ponta Grossa, Guilherme Pontes, aponta que a Sanepar estaria tentando rebaixar a classificação ambiental do Rio Tibagi para poder despejar esgotos não tratados sem ser multada pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP) ou pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (IBAMA).

De acordo com a denúncia publicada no Blog Política em Destaque, o Instituto Águas do Paraná (Ipaguás), ligado à Secretaria de Estado de Meio Ambiente (SEMA), vai refazer a classificação ambiental dos rios em termos de poluição. Os rios são divididos em quatro categorias que vão de 1- rios sem poluição até 4- rios com muita poluição, onde seria permitido despejar esgoto.

Se o Ipaguás rebaixar a categoria do Rio Tibagi para 4, por exemplo, a Sanepar poderá despejar o esgoto não tratado dentro do rio sem receber multas milionárias que vem sendo aplicadas pelos órgãos de fiscalização ambiental. Leia mais

6 de maio de 2014
por Esmael Morais
15 Comentários

Coordenador de Richa jura desconhecer “plano diabólico” contra prefeita de Campo Mourão

O coordenador da campanha do governador Beto Richa (PSDB) na região Noroeste, Márcio Nunes, pré-candidato a deputado estadual pelo PSDB, em nota de esclarecimento ao Blog do Esmael, nesta terça (6), rebate acusação feita pela prefeita de Campo Mourão, Regina Dubay (PR), de que ele estaria por trás de uma “armação política” para derrubá-la do cargo.

“… não tenho qualquer envolvimento com os fatos narrados na referida matéria…”, jurou o ex-presidente do Instituto das àguas do Paraná (IPAGUAS), que ainda afirmou desconhecer a existência de qualquer plano diabólico orquestrado pelo Palácio Iguaçu!. Márcio Nunes promete processar a prefeita, que, segundo ele, utilizou indevidamente seu nome.

Leia a íntegra da nota de esclarecimento de Márcio Nunes:

Caro jornalista Esmael Morais – Blog do Esmael

Com referência à  nota publicada nesse conceituado Blog, na data de 05 de maio 2014, sob o Título Justiça determina megacensura a 13 órgãos de imprensa e ao Google em cidade do Paraná!, na qual foi mencionado o meu nome como sendo coparticipante de uma suposta armação política! contra a prefeita da cidade de Campo Mourão, cumpre-me esclarecer, a bem da verdade, que não tenho qualquer envolvimento com os fatos narrados na referida matéria, aliás, somente tomei conhecimento do caso através dos órgãos de imprensa que veicularam a notícia.

Desconheço também, com relação e esse caso, a existência de qualquer plano diabólico orquestrado pelo Palácio Iguaçú!, conforme citado na referida matéria.

Assim, para restabelecer a verdade, encareço a publicação desta nota de esclarecimento, sem prejuízo da tomada das medidas judiciais cabíveis, em face daqueles que estiverem indevidamente Leia mais

5 de maio de 2014
por Esmael Morais
35 Comentários

Justiça determina megacensura a 13 órgãos de imprensa e ao Google em cidade do Paraná

A prefeita de Campo Mourão, Regina Dubay, vê o dedo do Palácio Iguaçu na "armação política" contra ela que culminou, na semana passada, com a Justiça determinando uma megacensura a treze órgãos de imprensa e ao Google; profissionais da imprensa mourãoenses estão impedidos de falar sobre o caso no município que fica no Noroeste do Paraná sob pena de multa de R$ 50 mil; judiciário local também determina que o Google retire do ar um vídeo que supostamente desmascararia a armação política tucana; casos de censura no Paraná e no Brasil são cada vez mais comuns; abaixo, assista ao vídeo proibido.

A prefeita de Campo Mourão, Regina Dubay, vê o dedo do Palácio Iguaçu na “armação política” contra ela que culminou, na semana passada, com a Justiça determinando uma megacensura a treze órgãos de imprensa e ao Google; profissionais da imprensa mourãoenses estão impedidos de falar sobre o caso no município que fica no Noroeste do Paraná sob pena de multa de R$ 50 mil; judiciário local também determina que o Google retire do ar um vídeo que supostamente desmascararia a armação política tucana; casos de censura no Paraná e no Brasil são cada vez mais comuns; abaixo, assista ao vídeo proibido.

A juíza Gabriela Luciano Borri Aranda, da 1!ª Vara Cível de Campo Mourão, na semana passada, concedeu uma liminar censurando todos os 13 órgãos de imprensa do município que fica na região Noroeste do Paraná. ... 

Leia mais

Esmael Morais 2009-2018. O Blog do Esmael é liberto das excludentes convenções mercantis Copyright ©. O site não cobra pelos direitos autorais, portanto, pode e deve ser reproduzido no todo ou em parte, além de ser liberado para distribuição desde que preservado seu conteúdo e o nome do autor. | A política como ela é em tempo real.

Topo